O País – A verdade como notícia

INCM diz que operadoras de telefonia móvel não cumprem com o tempo das chamadas telefónicas

Foto: O País

“É notório o incumprimento do tempo de estabelecimento de chamadas para todas as operadoras”, revela o Relatório de Aferição da Qualidade de Serviço Prestada pelos Operadores Móveis, elaborado pelo Instituto Nacional das Comunicações de Moçambique (INCM), realidade que, segundo esta entidade, tem afectado na qualidade da acessibilidade dos serviços de voz no país.

De acordo com o estudo, apesar de a Tmcel, Vodacom e Movitel apresentarem um bom desempenho no que respeita aos serviços de voz (à excepção de algumas zonas com a percentagem de sucesso no estabelecimento das chamadas abaixo da meta), as referidas operadoras de telefonia móvel do país “roubam” aos clientes 4,27s a 23.98s para 2G e 4.27s a 22.27s para 3G nas chamadas.

A autoridade reguladora do sector das comunicações realizou uma campanha de aferição da qualidade do serviço prestado pelas operadoras de telefonia móvel (cobertura, serviço de voz e serviço de dado), por meio de drive test, nas cidades de Maputo e Matola (entre 16 de Março e 13 de Abril de 2021); nas cidades de Lichinga e Cuamba, vila de Mandimba e Município de Metangula (de 13 a 29 de Junho de 2021), e nas cidades da Beira, Dondo, Chimoio e Manica (no período de 01 a 13 de Outubro de 2021).

No capítulo da cobertura, o documento aponta que as operadoras apresentam uma boa cobertura do sinal rádio na rede GSM (2G), tanto nas zonas urbanas, bem como nos distritos testados. No entanto, aponta o estudo que o nível do sinal vai diminuindo à medida que se vai evoluindo para as tecnologias 3G e 4G, chegando a atingir níveis de cobertura inexistente quando saímos das cidades, sendo a tecnologia 4G mais predominantes nas zonas urbanas, figurando a Tmcel como a única que apresenta cobertura 4G somente nas cidades de Maputo e Matola, não cumprindo, assim, as metas de cobertura em 4G.

Sobre os serviços de dados, o estudo do INCM aponta que “se verifica um cumprimento da meta da taxa de transmissão de ficheiros na rede 3G tanto nas zonas urbanas como nas zonas rurais, variando de 1137 Kbps a 6022 Kbps com o destaque para a Vodacom que, no Município de Dondo, atingiu 6022 Kbps. Para a tecnologia 4G, a taxa de transferência de ficheiros para download varia de 1.4 Mbps a 42.16 Mbps, o destaque vai para Vodacom que, na maioria das áreas geográficas, cumpriu as metas tanto na zona urbana como na zona rural, tendo atingido 42.16 Mbps”.

A campanha de testes foi realizada com recurso a um sistema automático de testes instalado numa viatura, constituído por dispositivos terminais, garantindo que os testes fossem efectuados em condições iguais e em simultâneo para todas as três operadoras de telefonia móvel celular. Os mesmos foram realizados na perspectiva de um utilizador comum, usando equipamentos terminais comerciais.

As amostras usadas para elaboração deste relatório foram colhidas em rotas pré-definidas. Os testes foram efectuados em movimento no exterior e por automóvel e os testes das chamadas de voz e sessões de dados foram feitos em simultâneo, de forma automática, em igualdade de condições para os 3 (três) operadores, nos mesmos locais, medindo os mesmos parâmetros, permitindo assim uma análise comparativa dos resultados.

As rotas de medição foram selecionadas de modo a reflectir a distribuição dos subscritores em diferentes localizações, – zonas comerciais, residenciais, de lazer e diversão).

De concreto, a pesquisa levada a cabo pelo INCM visava essencialmente: analisar, numa perspetiva de utilizador, os níveis de qualidade de serviço praticados pelos operadores dos serviços móveis de telecomunicações, nas tecnologias 2G/3G/4G, através da realização de testes automáticos extremo-a-extremo; Verificar o nível de cobertura do sinal de rádio para as tecnologias GSM, UMTS e LTE; e Manter disponível a informação sobre os níveis de qualidade de serviço praticados pelos operadores de telefonia móvel celular de forma a oferecer aos utilizadores a possibilidade de escolha do operador e serviço pretendido.

Realçar que o INCM continuará a realizar estas campanhas em todas províncias do país, no quadro dos esforços para melhoria da qualidade de serviços prestados aos subscritores de telefonia móvel, em cumprimento do estabelecido no Regulamento sobre Qualidade de Serviços de Telecomunicações.

Partilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

RELACIONADAS

+ LIDAS

Siga nos