O País – A verdade como notícia

INCM desafiado a cumprir prazos da migração digital

O Ministério dos Transportes e Comunicações exortou hoje o Instituto Nacional de Comunicações de Moçambique (INCM) a concluir atempadamente os prazos do processo de migração do analógico para o digital.

A exortação foi feita durante um seminário alusivo aos 25 anos do INCM, entidade reguladora das comunicações no país. Na ocasião, o pelouro recordou a importância da conclusão no processo para que o país não sofra interferência do sinal de radiodifusão.

E mesmo sendo momento de celebração, o pelouro de tutela da instituição não esqueceu dos desafios. Um deles é a conclusão do processo de migração analógico-digital, estabelecida para este ano, após muitos adiamentos.

“Uma actividade importante é conclusão do processo de migração de radiodifusão analógica para digital em Moçambique, sendo de sublinhar a importância estratégica de uma rápida transição para a rede digital face as nossas próprias necessidades, bem como o cumprimento das anotações da União Internacional das Telecomunicações, em relação ao prazo do uso do sistema digital da radiodifusão televisiva”, referiu Pedro Augusto Inglês, Secretário Permanente do Ministério dos Transportes e Comunicações.

INCM reflecte ainda sobre a segurança dos moçambicanos no uso da internet.

O Instituto Nacional de Comunicações de Moçambique foi criado em Setembro de 1992 e é a entidade responsável por regular e fiscalizar os sectores Postal e de Telecomunicações, bem como a gestão do espectro de frequências radioelétricas. 

 

Partilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

RELACIONADAS

+ LIDAS

Siga nos