O País – A verdade como notícia

Inclusão e segurança penaliza Moçambique no índice Mo Ibrahim

Moçambique figura entre os 13 países com elevado índice de deterioração no Índice mo Ibrahim sobre a Governação em África. De acordo com o mais recente relatório, lançado ontem, nos últimos 10 anos o país regista sempre queda nos indicadores sobre a inclusão e segurança e Estado de Direito.

De acordo com a edição deste ano do Índice mo Ibrahim sobre a Governação, na classificação global, Moçambique está abaixo da linha média de pontuação.

De um total de 100 pontos máximos, o país conseguiu 49, sendo classificado como um dos 13 países com deterioração crescente.

De acordo com a avaliação, das quatro categorias avaliadas, nomeadamente, Segurança e Estado de Direito; Participação, direitos e inclusão; Bases para as oportunidades económicas; e Desenvolvimento humano, o país está nos níveis de alarme nos primeiros dois, nomeadamente, Segurança e Estado de direito; Participação, direitos e inclusão.

Na categoria de Participação, Direitos e Inclusão, Moçambique conta com uma pontuação de 52,1, posicionando-se na 18º posição entre os 54 países avaliados.

Esta pontuação indica uma perda de 5,1 pontos desde 2010, ano em que registou o melhor índice.

Na categoria de Segurança e Estado de Direito, a queda foi acentuada. O país está na posição 31, com 47,1 pontos, uma queda de 3,4 pontos desde 2010.

A situação melhora na categoria de Desenvolvimento Humano, onde conseguiu mais 2,3 pontos durante a última década.

Maior pontuação registou na categoria sobre as Bases para Oportunidades Económicas, onde registou, desde 2010 mais 5,4 pontos, situando-se no índice ontem divulgado, um ponto acima da média, ou seja, 51 pontos.

Partilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

RELACIONADAS

+ LIDAS

Siga nos