O País – A verdade como notícia

INAM prevê formação de ciclone tropical no dia 22 deste mês

O Instituto Nacional de Meteorologia (INAM) tem indícios de formação de um ciclone tropical na costa de Madagáscar, mas diz que não é altura para pânico, pois não se sabe, ao certo, se o fenómeno vai ou não evoluir, nem se vai atingir o país.

Moçambique é um país vulnerável a desastres naturais com destaque para ciclones. Por esta razão, as autoridades nacionais estão a monitorar a situação, tendo já indícios da formação de um ciclone tropical.

A informação é justificada “pela forte instabilidade atmosférica, associada a altas temperaturas da superfície das águas do mar sobre o Sudoeste do Oceano Índico e Canal de Moçambique”, esclarece o documento enviado, este domingo, à nossa Redacção.

Para melhor perceber o cenário, o “O País” deslocou-se ao INAM.

“Os indícios apontam que, para o dia 22 de Janeiro, poderemos ter a formação de um ciclone. Partimos do princípio de que a prevenção desses fenómenos depende do nível de informação. Janeiro e Fevereiro são meses em que se regista o pico desses fenómenos. Na medida que aparecem esses sinais, é nossa obrigação passar essas mensagens à população”, esclareceu Mussa Mustafa, director nacional-adjunto do INAM, para depois tranquilizar.

“Para evitar pânico, temos a dizer que não está nada confirmado. Até esta altura, é prematuro ter a dimensão do fenómeno, não temos como aferir por onde vai passar, porque ele depende das condições atmosféricas por onde passa para se desenvolver ou enfraquecer. Os indícios apontam para a sua formação na costa leste de Madagáscar. Esse sistema pode evoluir para ciclone tropical ou enfraquecer antes de atingir Moçambique. O mais importante é que a população esteja atenta e informada do que está a acontecer”.

 

PREVISÃO DE CHUVAS ACIMA DO NORMAL PARA CENTRO E NORTE

O INAM prevê ainda que haverá chuvas intensas nas zonas Centro e Norte, o que poderá agudizar a situação dos caudais dos rios que atravessam o país nessas regiões.

“Janeiro e Fevereiro são os meses de incremento de precipitação no país e na região [austral de África], a destacar Malawi, Zâmbia, Zimbabwe e África do Sul. Em Moçambique, nesta época do ano, tem caído muita chuva nas regiões Centro e Norte. Nesta época chuvosa, registamos um pequeno atraso no início das chuvas nessas duas zonas, mas, neste momento, já começou a chover com muita intensidade e isso vai continuar assim por mais tempo. Teremos chuvas acima do normal para o resto da época chuvosa”, explicou, tendo, em seguida, dito que “é necessária a tomada de precaução por parte da população face a esse cenário de incremento de volume de água em algumas bacias, como a do Zambeze”.

Partilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

RELACIONADAS

+ LIDAS

Siga nos