O País – A verdade como notícia

INAE encerra 90 estabelecimentos com “olhar” preocupado no preço do cimento

A Inspecção Nacional das Actividades Económicas encerrou 90 estabelecimentos comerciais por incumprimento do decreto presidencial sobre o Estado de Emergência. Nos últimos 15 dias, a INAE constatou ainda a especulação do preço do cimento no mercado informal e já há agentes económicos penalizados.

É a última quinzena da terceira prorrogação do Estado de Emergência e muitos agentes económicos ainda têm dificuldades de cumprir com as normas que regem este período.

Na fiscalização feita pela Inspecção Nacional das Actividades Económicas, nos últimos 15 dias, 1.300 estabelecimentos foram abrangidos e destes 90 foram penalizados por incumprimento do Estado de Emergência.

A acção da INAE estendeu-se, igualmente, à fiscalização dos preços dos produtos básicos na qual constatou haver uma estabilização, mas neste momento, a preocupação maior é mesmo com o cimento.

No mesmo período foram, igualmente, apreendidos produtos alimentares no valor de 120 mil meticais por estarem fora do prazo e mal conservados.

Partilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

RELACIONADAS

+ LIDAS

Siga nos