O País – A verdade como notícia

Hungria promete penalizar quem ajudar imigrantes

A Hungria aprovou, esta quarta-feira, a lei conhecida como “stop – Soros” que penaliza quem ajuda imigrantes ilegais, fazem parte deste conjunto refugiados e requentes de asilo.

As emendas constitucionais aprovadas proíbem a fixação de cidadãos não-húngaros no país, à excepção dos cidadãos europeus, o objectivo é evitar que a população Húngara sofra influências externas.

A lei foi apoiada pelo partido maioritário húngaro, a União Cívica Húngara, liderado pelo Viktor Orbán, apesar das duras críticas da comunidade internacional e instituições humanitárias da Hungria que consideram um atentado aos direitos humanos.

A lei foi aprovada em pleno Dia Internacional dos Refugiados, que se assinalou a 20 de Junho, que a ONU comemora desde 2001.

 

Partilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

RELACIONADAS

+ LIDAS

Siga nos