O País – A verdade como notícia

Homem de 60 anos morre vítima da COVID-19 em Moçambique

Mais uma pessoa morreu, nas últimas 24 horas, vítima da COVID-19 na cidade de Maputo, em Moçambique.

Trata-se de um paciente do sexo masculino, de 60 anos de idade e de nacionalidade moçambicana, que evoluiu para óbito após o agravamento do seu estado de saúde durante o período de internamento em uma unidade hospitalar na Cidade de Maputo. O óbito foi declarado no dia 12 de Dezembro do mês corrente, segundo um comunicado do Ministério da Saúde sobre a actualização de dados da COVID-19 enviado para “O País.

Em relação aos infectados, a Saúde anunciou hoje que mais 132 pessoas foram infectadas.

Trata-se de 119 indivíduos de nacionalidade moçambicana e 13 estrangeiros que foram infectados, nas últimas 24 horas, no país. Todos os 132 casos resultam de transmissão local.

Com o registo de 132 casos positivos hoje reportados o número de doentes no país subiu para 16.812, dos quais 16.449 são de transmissão local e 313 são importados.

Segundo o MISAU, dos 13 casos estrangeiros, um indivíduo é de nacionalidade queniana, um de nacionalidade alemã, um de nacionalidade brasileira, um de nacionalidade belga, um de nacionalidade britânica, dois de nacionalidade portuguesa, dois de nacionalidade chinesa e quatro de nacionalidade sul-africana.

“A Cidade de Maputo registou o maior número de casos (67), correspondendo a 50.8% do total dos casos novos hoje reportados em todo o país, seguida pela Província de Niassa com dezasseis (16) casos, correspondendo a 12.1%”, lê-se no comunicado.

Ainda nas últimas 24 horas, segundo a nota do MISAU, Moçambique registou dois casos totalmente recuperados da COVID-19, ambos na Província da Zambézia e indivíduos de nacionalidade dominicana.
Actualmente, o país tem 14.795 pessoas recuperadas e 1.873 casos activos da COVID-19.

Partilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

RELACIONADAS

+ LIDAS

Siga nos