O País – A verdade como notícia

Homem de 54 anos morre vítima de Coronavírus

A vítima, de nacionalidade moçambicana, estava internada no Hospital Central de Maputo (HCM), desde o dia 20 de Agosto corrente, “com um quadro crónico e doença respiratória graves”.

O paciente não registou melhorias e foi declarado óbito, no dia seguinte ao internamento, de acordo com a directora nacional adjunta da Saúde Pública, Benigna Matsinhe, que falava aos órgãos de comunicação social.

A fonte explicou ainda que o homem foi testado para a COVID-19 no dia da sua admissão no maior hospital do país e resultado ficou disponível no dia 23 deste mês.

Assim, Moçambique conta com 21 óbitos devido à COVID-19 e quatro óbitos por outras causas, disse Benigna Matsinhe.

Ontem, a directora nacional adjunta da Saúde Pública anunciou mais 45 casos positivos, 12 dos quais na cidade de Maputo e igual número em Cabo Delgado [11 na cidade de Pemba e um no distrito de Metuge], dois pontos com transmissão comunitária do novo Coronavírus.

Todos os pacientes foram descobertos durante a vigilância nas unidades sanitárias o rastreio de contactos positivos.

Segundo Benigna Matsinhe, nas províncias de Maputo e Nampula houve mais oito pessoas infectadas. A primeira regista um aumento significativo de casos, tendo agora um cumulativo de 643, dos quais 242 activos e nenhum óbito.

Em Nampula, onde já foram confirmados 510 casos, 249 dos quais ainda com a COVID-19 no organismo, já há transmissão comunitária na capital, há algum tempo. 

Cumulativamente há 3.440 casos positivos em Moçambique, dos quais 3.192 de transmissão local e 248 importados.

Das 67 pessoas internadas desde que começou a testagem da COVID-19, o país continua com 10 acamadas, sendo nove na cidade de Maputo.

De domingo para segunda-feira, mais 158 paciente ficaram totalmente recuperados da COVID-19, disse Benigna Matsinhe, esclarecendo que 94 são da província de Gaza, 57 na província de Maputo, seis em Tete e um na Zambézia. Todos são moçambicanos.

Actualmente, há no total 1.661 [48.3% do total de casos] indivíduos já sem a COVID-19, de acordo com a directora nacional adjunta da Saúde Pública.

Por sua, o director-geral do Instituto Nacional de Saúde (INS), Ilesh Jane, explicou, duranta a análise epidemiológica da semana, disse que a taxa de positividade em Moçambique está a aumentar por conta da subida, também, do número de casos a cada semana.

O dirigente informou ainda a jornalistas que a recolha de dados no âmbito do inquérito sero- epidemiológico já terminou e os resultados preliminares serão divulgados nos próximos dias.  

A saúde lembra que o uso e a lavagem correcto da máscara podem limitar a propagação da COVID-19, sobretudo quando se está numa unidade sanitária, transporte público ou privado com outros passageiros. E em locais com grande aglomeração de pessoas.

Partilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

RELACIONADAS

+ LIDAS

Siga nos