O País – A verdade como notícia

HCM regista 124 casos positivos da COVID-19 entre domingo e segunda-feira

Foto: O País

Mais 124 pessoas testaram positivo à COVID-19, num total de 193 testadas, entre domingo e esta segunda-feira, no Hospital Central de Maputo (HCM). Destas, oito foram internadas devido à gravidade da sintomatologia que apresentavam, segundo revelou a directora de Serviço de Urgência do HCM, Madalena Manjate.

As 124 pessoas, que testaram positivo para o novo Coronavírus, fazem parte de um total de 417 cidadãos que deram entrada no Banco de Socorros da maior unidade sanitária do país nas últimas 24 horas. Dos 417, 351, foram por doenças gerais e 66 resultantes de trauma.

“De realçar que, no trauma, as duas principais causas foram os acidentes de viação, em que recebemos 15 pessoas, e agressão física, em que recebemos 14 pessoas. Não tivemos registo de nenhum óbito”, acrescentou Madalena Manjate.

Em relação à COVID-19, a responsável pelo Serviço de Urgência do HCM disse que a unidade sanitária tem 30 infectados internados, dos quais oito em estado crítico.

“No geral, o banco de socorros atendeu, nesta quadra festiva, 1131 pessoas, 933 devido a doenças gerais, com destaque para a diabetes, hipertensão, diarreias, sintomatologia respiratória associada à infecção das vias áreas superiores, a COVID-19 e a asma”, detalhou.

Do cumulativo dos pacientes recebidos no HCM, 198 tiveram trauma, dos quais 66 decorrente de acidente de viação e 42 vítimas de agressão física, tendo sido registada a morte de quatro pessoas por politraumatismo, “que é quando alguém sofre de um trauma que lesa vários órgãos vitais da pessoa”.

 

MORTE, AGRESSÃO E INCÊNDIOS MARCAM O NATAL

De acordo com o balanço feito pelo Serviço Nacional de Salvação Pública (SENSAP), uma pessoa perdeu a vida depois de ter caído no rio Licumgo, na província da Zambézia; outra foi agredida no bairro Zimpeto, Cidade de Maputo.

Segundo explica o porta-voz do SENSAP, Leonildo Pelembe, a agressão deu-se no Mercado Grossista do Zimpeto, em que um cidadão foi agredido e o SENSAP foi chamado para socorrer a vítima, que, apesar da fraqueza, ainda estava em vida e foi encaminhado para o Hospital Geral José Macamo.

Enquanto isso, na província da Zambézia, foi registado um incêndio intencional num estaleiro de comercialização de carvão vegetal, onde foram atingidos 70 sacos de carvão e algumas pessoas.

“Houve ainda um incêndio no distrito de Nicoadala, foi fogo posto, e não se conhecem as motivações e as pessoas responsáveis pelo acto. Não houve vítimas mortais”, disse Pelembe.

Por outro lado, embora as praias estejam encerradas, continua a adesão aos rios e piscinas privadas, que resultam em afogamento e corpos sem vida.

“Queremos apelar ao povo para que seja mais cauteloso no que diz respeito ao uso de piscinas privadas, principalmente, se vai associar ao consumo de bebidas alcoólicas e ingestão de comida pesada, o mesmo vai para os rios e lagoas e queremos ainda apelar para que evitem aglomerações”, exortou o porta-voz do SENSAP.

Partilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

RELACIONADAS

+ LIDAS

Siga nos