O País – A verdade como notícia

HCB pretende investir € 500 milhões em 10 anos

De modo a recuperar e modernizar o sistema electro-produtor a Hidroeléctrica de Cahora Bassa (HCB) tem um plano de investimento a 10 anos, no valor de 500 milhões de euros.

A informação foi avançada pelo presidente da HCB, Pedro Couto, numa entrevista a revista Exame, escreve o Macauhub. Couto disse que o Capex Vital será financiado por recursos próprios e crédito bancário, nacional ou internacional.

O Presidente disse que o programa de investimentos visa proceder a uma renovação de partes da infra-estrutura, melhorando a eficiência da capacidade instalada para assegurar a operacionalidade e sustentabilidade da cadeia de produção.

“Com estes investimentos, a HCB irá aumentar o grau de fiabilidade da produção e transporte de energia, garantindo que os clientes recebem energia de qualidade”, adiantou Pedro Couto.

A HCB produz energia para dois mercados regionais, a África do Sul, o seu principal cliente, e o Zimbabwe, o Malawi poderá vir a ser o próximo destino da electricidade gerada na barragem.

A Hidroeléctrica de Cahora Bassa vai estar cotada na Bolsa de Valores de Moçambique, através de uma Oferta Pública de Venda das acções representativas de 7,5% do seu capital social, conforme anúncio efectuado em 27 de Novembro de 2017 pelo Presidente, Filipe Nyusi.

Cahora Bassa é uma das grandes fontes de receita do Estado moçambicano, que recebeu em 2017 entre impostos, taxas e dividendos cerca de 130 milhões de dólares.

Partilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

RELACIONADAS

+ LIDAS

Siga nos