O País – A verdade como notícia

Há risco de paralisação de alguns transportadores públicos de passageiros

Foto: O País

Há risco de alguns operadores de transporte público arrumarem os seus autocarros, devido aos custos de operação agravados pela recente subida do preço do combustível. O alerta é da Federação Moçambicana das Associações dos Transportadores Rodoviários (FEMATRO), que defende a promoção de empresas que garantam acessórios a preços competitivos.

A conjuntura económica do país continua desfavorável ao desenvolvimento do sector de transporte público de passageiros. A situação é agravada pela recente subida do preço dos combustíveis e pela dificuldade de garantir a manutenção dos autocarros.

Para a FEMETRO, é questão de dias, alguns operadores poderão arrumar os carros. “Nós estamos a prever dias piores, o que vai acontecer é que, de forma paulatina, as pessoas não vão suportar as despesas e, consequentemente, irão arrumar os seus carros nas suas casas. Isso é levar à falência os transportadores e aumentar a falta de transporte na zona metropolitana do Grande Maputo”, lamentou.

Para que tal não aconteça, a FEMATRO diz ter propostas a apresentar ao Governo para que haja empresas logísticas, que irão fornecer pneus, baterias, óleos e vários outros acessórios que são usados no sector.

Castigo Nhamane diz ainda que o último reajuste do preço do transporte não satisfaz a classe e, para discutir esses e outros assuntos, a FEMATRO tem agendado, esta segunda-feira, um encontro com o Governo.

Partilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

RELACIONADAS

+ LIDAS

Siga nos