O País – A verdade como notícia

Há risco de ocorrência de cheias na zona sul do país

Foto: O País

De acordo com a Administração Regional das Águas do Sul (ARA Sul), há risco de inundações e cheias nos rios da zona sul do país, durante a época chuvosa que se aproxima.

O Instituto Nacional de Meteorologia já avançou que haverá chuva acima do normal que pode vir a causar cheias e inundações em alguns pontos do país.

Nesta sexta-feira, a Administração Regional das Águas do Sul reforçou o alerta, indicando que os principais rios da região, os casos de Incomáti, Maputo, Limpopo, Umbeluzi e Save, podem registar cheias e inundações, afectando comunidades e áreas agrícolas.

“Nós dizemos que o risco é médio ou alto de ocorrência de eventos extremos nesta zona. A capacidade de encaixe é reduzida aqui, já que as precipitações que possam vir a ocorrer podem muito facilmente transformar-se em escoamento. Mas, temos água suficiente em níveis bastante satisfatórios”, disse Edgar Chongo, director-geral da ARA Sul.

Face à proliferação de furos de água em diferentes pontos da zona sul do país, onde há o registo de 1984 captações, incluindo em residências, que são abertos sem registo nem licenciamento, a ARA Sul e a administração do distrito de Marracuene, na província de Maputo, assinaram um memorando de entendimento, visando a facilitação na autorização para abertura de furos e o respectivo licenciamento, cujo objectivo é melhorar o cadastro e melhor gestão dessas águas.

“O que nós pretendemos é facilitar a vida do cidadão, segundo acelerar o processo de licenciamento, este é o objecto central deste memorando de entendimento. O que nós queremos dizer é que, em vez de o cidadão ir à ARA Sul e depois vir ao distrito, pode usar uma única porta de entrada. Pode-se depositar o processo aqui e as instituições colaboram e facilitam a vida do cidadão e emitem a licença com muito mais flexibilidade.”

Shafee Sidat, administrador do distrito de Marracuene, acredita que o memorando vai ajudar a resolver a situação de muitos furos de água sem registo. “Nós estamos extremamente preocupados aqui, ao nível do distrito, com a questão da água, principalmente porque o nosso solo aquífero começa a sofrer muitos danos em todos os níveis.”

No evento, que decorreu na sede do Governo do distrito de Marracuene, a ARA Sul anunciou o lançamento para 27 de Setembro corrente da campanha de regularização para licenciamento dos utilizadores da água bruta superficial e subterrânea, denominada “Juntos pela Água”.

Partilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

RELACIONADAS

+ LIDAS

Siga nos