O País – A verdade como notícia

Guterres diz que COVID-19 levou ao maior transtorno jamais visto na educação

Mais de um bilião de estudantes foram afectadas pela pandemia da COVID-19 e desse universo 40 milhões de crianças ficaram sem acesso ao ensino pré-escolar, afirmou o Secretário-geral das Nações Unidas (ONU), António Guterres, que considera que a COVID-19 criou no mundo o maior transtorno jamais visto na educação.

Para o Chefe da ONU este é um momento decisivo para as crianças e os jovens de todo o mundo, mas infelizmente vive-se “a maior disrupção de sempre na área da Educação”, o que pode causar um risco de “catástrofe geracional”.

Apesar das aulas à distância, através da rádio, televisão ou via online, houve muitos estudantes que ficaram de fora e os alunos desfavorecidos, deslocados, refugiados são os que têm maior risco de exclusão.

Guterres disse que “as decisões que os governos e os parceiros tomarem, agora, terão um impacto duradouro em centenas de milhões de jovens e nas perspectivas de desenvolvimento dos países nas próximas décadas.”

A ONU lançou uma campanha chamada “Save Our Future” que passa pela definição de prioridades na Educação no contexto em que vivemos. A mais urgente diz respeito à reabertura de escolas assim que a transmissão local de Covid-19 esteja sob controlo.

Partilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

RELACIONADAS

+ LIDAS

Siga nos