O País – A verdade como notícia

Guerra russo-ucraniana afecta actividades no Porto da Beira

A guerra entre a Rússia e a Ucrânia está a afectar as actividades no Porto da Beira, pois o volume de carga manuseada de Março até princípios deste mês diminuiu cinco por cento, comparativamente ao igual período nos últimos dois anos.

Ano passado, o Porto da Beira registou volumes recordes ao manusear 278 mil contentores, contra 255 mil manejados em 2020. Ao nível do terminal de carga geral, foram manuseadas, em 2021, 3,3 milhões de toneladas, contra 3,1 milhões de toneladas registadas em 2020.

Devido à guerra entre a Rússia e a Ucrânia, o decréscimo registado nos últimos tempos é de menos cinco por cento do volume de carga manuseada, em relação ao mesmo período do ano passado.

O administrador da Cornelder de Moçambique, operadora do terminal do Porto da Beira, disse haver um novo lote de equipamento moderno de manuseamento de cargas e de um sistema informático denominado C-Gate, cujo investimento está avaliado em cerca de 10 milhões de dólares norte-americanos, o que vai proporcionar uma nova dinâmica no manuseamento de carga naquele importante porto que serve aos países do Interland e outros.

Em relação ao sistema informático C-Gate, o responsável afirmou que usa a inteligência artificial e permite automatizar o controlo de acesso dos camiões ao porto em tempo real.

O novo equipamento entrou em funcionamento esta sexta-feira, numa cerimónia dirigida pelo Ministro dos Transportes e Comunicações.

Partilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

RELACIONADAS

+ LIDAS

Siga nos