O País – A verdade como notícia

Guebuza apela à calma e à vigilância no “caso Mocímboa”

No dia 5 de Outubro, quatro posições da polícia sofreram ataques por homens armados no distrito de Mocímboa da Praia, em Cabo Delgado. O ataque fez 16 mortos e mais de 15 feridos. Armando Guebuza, antigo Presidente da República, apelou à calma, como forma de evitar que malfeitores se aproveitem da situação.

O antigo estadista mandou condolências às famílias das vítimas e pediu vigilância por parte das Forças Armadas de Defesa e Segurança.

Armando Guebuza falava, hoje, depois de, na companhia de sua esposa, fazer a prova de vida para o sistema de pensionistas do Estado. Guebuza apelou a todos os pensionistas a fazerem o mesmo pela importância do acto.

Próxima semana, a antiga Primeira-Ministra, Luísa Diogo, e Joaquim Chissano, antigo Presidente, farão igualmente a prova de vida.

 

Partilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

RELACIONADAS

+ LIDAS

Siga nos