O País – A verdade como notícia

Grupo SOICO solidariza-se com o Canal de Moçambique e Canalmoz

O Grupo SOICO endereçou, esta segunda-feira, uma mensagem de solidariedade ao semanário Canal de Moçambique e diário Canalmoz, na sequência do incêndio ocorrido na redacção dos dois órgãos, na noite de domingo.

O fogo foi ateado por desconhecidos, com recurso a combustúvel, tendo reduzido a cinzas documentos, mobiliário e equipamento informático usado para a produção do dois jornais.

Segundo a Direcção de Informação do grupo de media, o incêndio à redacção das duas publicações do Canal i Lda “não só representa um manifesto ataque à liberdade de imprensa, como também fere o princípio de garantia do direito à informação consagrado na Constituição”.

Na mensagem, a Direcção de Informação do Grupo SOICO sublinha que deplora e condena, veementemente, o acto e apela às autoridades policiais, à Procuradoria-Geral da República (PGR) e aos demais órgãos de administração da Justiça para que investiguem e tomem medidas desencorajadoras.

Ademais, que “a impunidade” em relação ao incêndio “e outros casos similares” não sejam tolerados com vista a proteger a “liberdade de expressão”.

Partilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

RELACIONADAS

+ LIDAS

Siga nos