O País – A verdade como notícia

Grupo Sir Motors avança com medidas de prevenção contra COVID-19

O Grupo Sir Motors introduz medidas de prevenção contra o novo coronavírus nas unidades de comboio e autocarros que são o metro e metro-bus. O objectivo é prevenir a propagação do COVID-19 aos cerca de três mil utentes que diariamente usam aqueles meios de transporte.

Caía chuva ligeira na manhã desta quarta-feira em alguns pontos da Cidade de Maputo. O que colocava algum receio nas viagens interurbanas de alguns passageiros. Mas tal cenário não foi notório na estacão central dos CFM, na baixa da Cidade de Maputo, onde com a luz intermitente o comboio anunciava a sua chegada à aquela estacão dos caminhos-de-ferro de Moçambique.

Os passageiros desembarcam meios que atrasados, outros correndo para se albergar dos chuviscos e outros com guarda-chuvas conseguiam conter a chuva. Entretanto com pressa ou não, com chuva ou não havia na saída uma paragem obrigatória. É naquele ponto onde o pessoal devidamente treinado e equipado faz a desinfecção aos utentes.

Dércia acabara de desembarcar do metro, ela foi logo desinfectar as mãos e diz sentir-se protegida.
“A iniciativa é muito boa, pelo menos viajamos com muita segurança, pelo menos ficamos tranquilos que dentro do metro não vamos ter coronavírus. Estou suficientemente informada a cerca das medidas de prevenção e a lavagem constante das mãos com água e sabão é uma delas”.

Os comboios permaneciam nos carris, após desembarcarem os passageiros, os comboios são imediatamente desinfetados as superfícies frequentemente tocadas pelos utentes incluindo toda área interna e externa. Esta acção está em curso já há três semanas segundo fez saber o Director Geral do grupo Sir Motors Amade Camal.

“Estamos muito gratos aos nossos utentes que colaboram, 99% já perceberam que não é um interesse da metro bus, é um interesse da sociedade. Por tanto, fazemos por todos e todos devem fazer por nós também”, disse Amad Camal que monitorava nos CFM as acções de desinfecção.

Porque neste momento o mundo e o país estão em alerta máximo por conta do COVID-19 e o sector dos transportes sendo um dos mais críticos, o titular da pasta dos transportes e comunicações equaciona apoios as empresas do ramo de transporte e neste momento encoraja as medidas de prevenção contra o coronavírus.

Adulai Janfar sumarizou da seguinte forma. “Nós estamos cientes das medidas que representam sobretudo no sector de transporte dado a demanda que supera a oferta dos meios de transporte com tudo gostaríamos de apelar que todos os intervenientes cumpram estas medidas, uma vez que é uma questão de emergência”.

Oficialmente o país tem até ao momento três casos que testaram positivo e a directora nacional adjunta de saúde pública diz que é preciso continuar a apostar na prevenção.

Benigna Matsinhe disse ao “O País” que há uma observação das medidas de prevenção em vários sectores e empresas. “Orientamos que para que seja cumprida esta questão de desinfecção dos autocarros, a questão da redução do número de passageiros nos autocarros. Isto para nós é uma alegria porque confirma que o nosso esforço está a ser conjunto e não de uma única instituição”.

O Governo através dos ministérios da saúde e dos transportes e comunicações desencorajam as viagens nos meios de transporte de um número superior de 50 passageiros por viagem.

Partilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

RELACIONADAS

+ LIDAS

Siga nos