O País – A verdade como notícia

Governo sul-africano destaca 25 mil militares para acabar com manifestações

O governo da África do Sul está a considerar enviar mais 25 mil militares para o terreno, na tentativa de restaurar a ordem pública no país, anunciou a ministra de Defesa, Nosiviwe Mapisa-Nqakula.

Segundo o Notícias ao Minuto, a governante sul-africana, que se reuniu virtualmente com o Comité Conjunto de Defesa do Parlamento, na noite desta quarta-feira, referiu que o reforço militar aguarda aprovação do Conselho Nacional de Segurança e do Presidente da República, Cyril Ramaphosa.

“Submetemos agora mesmo um pedido para que sejam destacados cerca de 25.000 militares. Estamos a tentar encontrar uma solução de meio-termo entre os 75.000 propostos pelos partidos da oposição e os 10.000 efectivos propostos pelo Presidente da República e por isso vamos começar com os 25.000”, disse a ministra da Defesa.

A imprensa sul-africana publicou, hoje, que a Força Nacional de Defesa convocou todos os militares na reserva.

A Ministra do Desenvolvimento de Pequenas Empresas da, Khumbudzo Ntshavheni, disse, em comunicado citado pelo Notícias ao Minuto, que 5.000 militares se encontram no terreno para conter os distúrbios violentos, saques que se intensificaram pelo sétimo dia consecutivo em Gauteng e KwaZulu-Natal, alastrando-se a outras regiões do país.

“Actualmente, há 5.000 membros da SANDF já no terreno. Os agentes da polícia, apoiados pelos militares, estão a trabalhar incansavelmente para garantir que o país retorne à paz e estabilidade e que os responsáveis pela instabilidade sejam rapidamente levados à Justiça”, referiu.

Partilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

RELACIONADAS

+ LIDAS

Siga nos