O País – A verdade como notícia

Governo procura parceiros para explorar Aeroporto de Nacala

O Governo diz que ainda está à procura de parceiros interessados em explorar o Aeroporto Internacional de Nacala. A propósito, uma equipa da Emirates, a companhia de bandeira dos Emirados Árabes Unidos, visitou o aeroporto de Nacala.

Uma semana depois da reportagem do canal britânico BBC problematizar o baixo nível de exploração do Aeroporto Internacional de Nacala, o Governo reagiu afirmando que ainda está à procura de um parceiro interessado em explorar aquela imponente infraestrutura inaugurada em 2014.

Com uma capacidade para atender 500 mil passageiros e receber cinco mil toneladas de carga por ano, actualmente contam-se em média dois voos semanais e menos de 500 passageiros. O ministro dos Transportes e Comunicações, Carlos Mesquita, defende que o Aeroporto de Nacala deve ser rentabilizado e diz que o executivo está a estudar duas hipóteses.

Aliás, Carlos Mesquita acredita que as condições que o aeroporto oferece e o potencial de desenvolvimento de Nacala vão atrair o interesse de companhias internacionais.

Quanto à proposta de reduzir o número de aeroportos internacionais de seis para três, Carlos Mesquita explica que o Governo ainda está analisar o impacto que essa medida pode ter no turismo.

Segundo a proposta em análise, Moçambique passaria a contar com apenas três aeroportos internacionais, nomeadamente Maputo, Beira e Nacala. Os aeroportos de Nampula, Pemba e Vilanculos, estes dois localizados em zonas turísticas de eleição, deixariam de receber voos internacionais.

 

Partilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

RELACIONADAS

+ LIDAS

Siga nos