O País – A verdade como notícia

Governo prevê comercialização agrícola de 17,3 milhões de toneladas na campanha 2022/2023

O Presidente da República procedeu, hoje, ao lançamento da Campanha de Comercialização Agrícola 2022/2023, tendo revelado que, neste período, o país espera comercializar 17,028,748 toneladas de produtos agrícolas diversos.

Da comercialização, prevê-se que 21% sejam cereais, 45% raízes e tubérculos, 13% hortícolas, 11% leguminosas, quatro por cento oleaginosas e as restantes outras culturas.

O evento de lançamento da campanha teve lugar em Ricatla, distrito de Marracuene, Província de Maputo.

Na ocasião, Filipe Nyusi desafiou os produtores a melhorarem a produção, principalmente da cebola e batata, para melhorar o rendimento das famílias rurais.

O Presidente da República diz que não faz sentido que o país continue a importar batata “rejeitada” por outros países, por isso apela para uma produção mais séria.

“Não vamos humilhar-nos a importar aquilo que podemos fazer bem”, disse Nyusi.

Por seu turno, o ministro da Indústria e Comércio explicou que a campanha agrária é lançada em simultâneo em todas as províncias.

Na Província de Maputo, logo após a cerimónia de lançamento oficial, iniciou o IV Fórum Nacional de Comercialização Agrária, que visa discutir os problemas da cadeia de valor com os operadores envolvidos.

Partilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

RELACIONADAS

+ LIDAS

Siga nos