O País – A verdade como notícia

Governo já tem fundos para reabilitar estradas asfaltadas em Cabo Delgado

As estradas número 1 e 14, que atravessam Cabo Delgado e que estão em péssimas condições de transitabilidade, serão reabilitadas ainda este ano. A garantia foi dada pela Administração Nacional de Estradas (ANE), através da delegação provincial.

“O concurso já foi aberto, já está a ser avaliado e, dentro dos próximos 15 dias, o empreiteiro inicia as actividades de manutenção de Pemba a Metoro”, confirmou Robat Jane, delegado da ANE em Cabo Delgado.

Além da estrada Pemba a Metoro, numa extensão de cerca de 70 quilómetros, a ANE prevê, ainda este ano, reabilitar os troços que partem de Metoro para os distritos de Montepuez e de Chiure, que actualmente se encontram em péssimas condições de transitabilidade.

“Ainda para este ano, estão previstos mais 20 quilómetros de Metoro a Rio Lúrio, e 50 de Metoro a Montepuez. Trata-se de uma manutenção periódica e vamos atacar as secções mais críticas que já se mostram fatigadas e requerem uma intervenção mais robusta”, revelou Robat Janeiro.

As obras de reabilitação de mais de 100 quilómetros de estradas asfaltadas da província de Cabo Delgado, que se apresentam com buracos em quase toda a sua extensão, deverão iniciar em Julho próximo e estão avaliadas em cerca de 250 milhões de meticais, desembolsados pelo Governo moçambicano.

Município de Pemba vai asfaltar uma das maiores avenidas da cidade

O Edil de Pemba, Florete Motarua, procedeu, esta segunda-feira, ao lançamento da primeira pedra para a asfaltagem de uma das maiores e mais novas avenidas da capital de Cabo Delgado.

Avaliadas em cerca de 470 milhões de meticais, desembolsados pelo Instituto Nacional de Petróleos e fundos do próprio Município, a obra compreende a construção de mil e seiscentos metros de extensão e 30 de largura.

Segundo o projecto, esta avenida terá quatro faixas de rodagem, três passeios, sendo dois nas laterias e um na parte central e inclui a construção de sistema de drenagem das águas pluviais, além de seis rotundas ao longo da sua extensão.

“Reconhecer a colaboração de todos os munícipes que acederam ao apelo do Conselho Municipal de Pemba para se afastarem, permitindo o arranque das obras conforme os padrões mínimos e dimensões previstas”, agradeceu Florete Motraua, Edil de Pemba, pouco depois de lançar a primeira pedra, numa cerimónia pública, testemunhada por membros do Governo e pela população.

Os habitantes de Pemba estão satisfeitos com início das obras de asfaltagem da estrada, conhecida como ANE-CHUIBA, um projecto que era aguardado há anos e espera-se que não seja mais uma obra com princípio e sem fim.

“Eu, como cidadão, espero que isto seja uma verdade e que não seja mais uma novela para as próximas eleições”, alertou Adamo Abudo, um dos cidadãos presentes na cerimónia.

As obras, de acordo com o plano, deverão terminar em Dezembro de 2022 e, caso seja concretizada, será a primeira avenida com quatro faixas de rodagem, construída pós-independência.

 

 

Partilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

RELACIONADAS

+ LIDAS

Siga nos