O País – A verdade como notícia

Governo de Inhambane quer resgatar o regadio de Chimunda

Governo de Inhambane busca parceiros para a exploração do regadio de Chimunda no distrito de Govuro. Com mais de mil hectares de terra arável, a baixa de Chimundo, no distrito de Govuro é potencial na produção de arroz milho e outras culturas.

Em 2016 o governo cedeu a exploração do regadio a uma empresa de capitais indianos que no auge da operacionalização não fez mais do que 50 toneladas de feijão e Milho em 100 hectares.

Insatisfeito com os resultados, o executivo de Inhambane decidiu em 2018 rescindir o contrato com a empresa Rajarambapo Lda.

Em busca de novos gestores do regadio, o governo ouviu esta semana a proposta de uma empresa de capitais sul-africanos com experiência na área.

Dos Mil hectares de terra, parte deles terá de ser cedido a população que vive em volta do regadio. Mas a cedência da gestão do regadio será temporária até que a empresa prove ter capacidade técnica e financeira para a operacionalização da infraestrutura.

A empresa prevê produzir mais de 11 mil toneladas de culturas alimentares, 11 mil de citrinos e espera num horizonte de 20 anos, arrecadar cerca de 120 milhões de dólares americanos

Partilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

RELACIONADAS

+ LIDAS

Siga nos