O País – A verdade como notícia

Gondola necessita de 55 milhões de meticais para repor pontes destruídas pelo Idai

O ciclone idai e as chuvas intensas destruíram quatro pontes no município de Gondola, província de Manica, uma situação que está a complicar a transitabilidade de pessoas e bens daquela vila para as restantes localidades e vice-versa.

Trata-se das pontes sobre os rios Mussapadzi, Mussatua e Muda, cuja destruição isolou por estrada, as comunidades circunvizinhas que são consideradas celeiro da vila, o que começa igualmente a encarecer o custo de vida, uma vez que produtos agrícolas não estão a ser escoados.

O presidente do município de Gondola, Arlindo Ngozo escalou hoje os locais onde as pontes desabaram e considerou ser um problema cuja solução não se afigura fácil. O edil que esteve no terreno a avaliar os danos diz que a solução imediata é executar obras de emergência, sendo que a reposição das pontes não tem nenhuma previsão por falta de fundos.

Arlindo Ngozo diz que para facilitar a circulação de viaturas, o município já está em contacto com parceiros locais, nomeadamente a Companhia Pipeline, Transportes Nazário e a Indústria Florestal de Manica (IFM) para que possam ajudar na execução de obras de emergência.

“Segundo o levantamento precisamos de 55 milhões de meticais. É o valor que vai restabelecer todas as quatro pontes que existem ao nível da vila de Gondola, porque o estado delas não permite circular”, disse Arlindo Ngozo reconhecendo que as destruições já começam a causar transtornos para os alunos e produtores agrícolas, sobretudo da localidade de Matchutcha.

Outro problema, de acordo com Ngozo têm que ver com a degradação das vias de acesso causada pela intempérie, avançando que “neste momento 88 por cento das vias de acesso encontram-se degradadas”.

 

Partilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

RELACIONADAS

+ LIDAS

Siga nos