O País – A verdade como notícia

Gestor do Grupo Jumbo resgatado em Maputo

Foi resgatado, nesta manhã, na localidade de Mulotana, na província de Maputo, o gestor do Grupo Jumbo, Rizwan Nuruddin Adatia, depois de três semanas em cativeiro.

 

Por volta das 6h desta quarta-feira, o empresário Rizwan Nuruddin Adatia voltou a colocar o pé na rua, para voltar ao convívio familiar depois de 21 dias nas mãos dos raptores. 

O empresário foi resgatado numa residência, situada no bairro Silica, localidade de Mulotana, distrito de Boane, na província de Maputo, depois de nas primeiras duas semanas ter passado por dois cativeiros.

Inicialmente, os raptores exigiam cinco milhões de dólares para o seu resgate, valor que gradualmente baixou para 300 mil dólares, conforme fez saber o Serviço Nacional de Investigação criminal.

Em conexão com o caso, foram detidos dois homens e uma mulher identificada como namorada do provável mandante que se encontra na África do Sul. A mesma teria sido prometida 150 mil meticais pela sua participação no crime. Como queima de arquivo, Priscila destruiu o telemóvel que mantinha comunicação com o namorado.

 

Adolfo é o nome de outro integrante da quadrilha e diz que foi com muita facilidade que aceitou o convite pois da noite para o dia, teria 50 mil rands no bolso. Ora, Yuran Tembe nega seu envolvimento no rapto, mas revela ser primo da indiciada.

Autoridades locais dizem-se surpreendidas com a situação e revelam que com essa experiência tiraram uma grande lição.

 

Partilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

RELACIONADAS

+ LIDAS

Siga nos