O País – A verdade como notícia

Gestão do porto de Quelimane passa para CFM

A Gestão do porto de Quelimane passa para Portos e Caminhos-de-ferro de Moçambique. A decisão foi anunciada esta terça-feira, em Maputo, no final da última sessão ordinária do ano do Conselho de Ministros, avança a AIM.

“O Conselho de Ministros apreciou e deliberou sobre o decreto que aprova a rescisão antecipada e por mútuo acordo do contrato de concessão do Porto de Quelimane e consequente devolução à autoridade concedente”, disse a Porta-voz do Governo, Ana Comoana.

Segundo Comoana, a medida visa assegurar a defesa do interesse nacional e garantir a promoção contínua do desenvolvimento socio-económico de todos os utentes do Porto de Quelimane e, inclusive, da província da Zambézia.

“Visa ainda garantir que entre os portos de Quelimane e Macuse não ocorram conflitos de mercado associado”, acrescentou.

A gestão do Porto de Quelimane estava ao cargo da Cornelder. Esta empresa tinha a missão de desenvolver, explorar e gerir o Porto de Quelimane.

Partilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

RELACIONADAS

+ LIDAS

Siga nos