O País – A verdade como notícia

Geny estreia e Reinildo já Manda(va)

Fotos: Guimarães/LaLiga/PSL

Dezasseis jogadores moçambicanos que actuam fora de portas foram titulares este fim-de-semana nas suas equipas, com destaque para Gildo Vilankulos e Faizal Bangal que marcaram pelo segundo jogo consecutivo. Kamo Kamo regressou aos relvados depois de longo período de lesão, enquanto Geny Catamo faz os primeiros minutos ao serviço do Vitória de Guimarães. Reinildo Mandava garante titularidade pelo terceiro jogo consecutivo no Atlético Madrid.

Os moçambicanos na diáspora continuam a dar cartas nas equipas que representam nos vários países onde jogam. Muitos deles em Portugal, onde têm estado em evidência, quase todos chamados a jogo, durante mais um fim-de-semana.

Exemplo de destaque são os primeiros minutos de Geny Catamo ao serviço do Vitória de Guimarães. Depois de ter sido emprestado pelo Sporting aos vimaranenses, com os dois primeiros jogos de fora, este domingo Catamo foi chamado para o jogo diante do Arouca, tendo começado no banco de suplentes.

Aos 62 minutos, quando o resultado já tinha sido definido, ou seja, 1-3 para o Arouca, Geny Catamo foi lançado para os seus primeiros 28 minutos, sem, no entanto, evitar a derrota da sua equipa.

Já Reinildo Mandava, outro destaque do mercado de transferência, conseguiu segurar o lugar na lateral esquerda e, pelo terceiro jogo consecutivo, foi titular ao serviço do Atlético Madrid da Espanha.

O internacional moçambicano ajudou a sua equipa a vencer o Osasuna por 3-0 e mereceu elogios de Diego Simeone. Na ocasião, Simeone disse que “ainda é cedo para dar uma opinião ampla. Sabemos do seu trabalho como lateral, a capacidade defensiva que possui e obviamente que aquilo que o trouxe para cá foi a boa energia que tem e isso é bem-vindo”.

Quem esteve de regresso aos relvados, depois de uma longa paragem por lesão, é Kamo Kamo, que diante do Oriental Dragon FC foi titular e ajudou a sua equipa, o Vitória de Setúbal, a vencer por 2-0 e estar mais próximo de garantir a liguilha da promoção para a Liga 2 do futebol português.

 

MOÇAMBICANOS TITULARES E COM PÉ QUENTE

Mas não foram estes três jogadores que estiveram em evidência este fim-de-semana. Faizal Bangal e Gildo Lourenço continuam de pé quente e pelo segundo jogo consecutivo voltaram a marcar.

O internacional moçambicano ao serviço do ASD Alcione da Itália, Faizal Bangal, foi titular e marcou um dos golos que deram a vitória diante do Progresso, por 2-1, resultado que coloca a equipa na 12ª posição da Serie D do futebol italiano.

Já Gildo Vilankulo, que também foi titular no Amora FC, marcou um dos golos que deram a vitória por 1-2 diante do Real SC, em partida da Liga 3 portuguesa.

 

MAIS MOÇAMBICANOS EM EVIDÊNCIA NAS SUAS EQUIPAS

Dos restantes jogadores que estiveram a titular este fim-de-semana, no escalão principal, Zainadine Jr esteve no “onze” do Marítimo, na derrota dos insulares diante do Famalicão, à tangente. Ainda no Marítimo, Clésio Baúque foi suplente utilizado e não evitou a derrota que coloca o Marítimo na 8ª posição.

Também a titular este final tivemos outros moçambicanos, este fim-de-semana. Em Portugal, Bruno Langa entrou de início no Chaves, numa partida em que empatou diante do FC Porto B sem abertura de contagem. Ainda assim,  coloca-se em boa posição (4ª lugar, a três pontos da liderança) para disputar a ascensão ao principal campeonato de Portugal.

Edson Macuana, dos sub-19 do Vilafranquense, contribuiu para o empate a dois golos da sua equipa diante do Vitória de Setúbal, enquanto Simon Cipriano, para o mesmo escalão dos sub-19, ajudou a sua equipa, o Leixões, a vencer o Famalicão por 3-1. Já Abel Joshua, conhecido por Maestro, ajudou a sua equipa a ceder nulo diante do Sporting, na categoria dos sub-23, mesmo escalão onde Ricardo Mondlane não evitou a derrota da sua equipa, o Rio Ave, diante do Estoril, à tangente.

Amâncio Canhemba, ou simplesmente Neymar, foi titular no Marítimo B, que empatou com o Ferjões a um golo, enquanto Gaby Pinho, que actua no Moura Atlético Clube, não evitou a derrota da sua equipa diante do Vasco da Gama.

Na África do Sul, por seu turno, Manuel Kambala foi titular na goleada sofrida pela sua equipa, o Baroka FC, diante do Sekhukhune por 4-0, para a Premier Soccer League, enquanto Aly Abudo ajudou o TS Sporting a arrancar o nulo diante do Ajax Cape Town, para a segunda liga.

Último dos jogadores titulares este fim-de-semana foi Stanley Ratifo. O internacional moçambicano não marcou, mas assistiu uma vez para a vitória folgada do CFR Pforzheim, diante do Dorfmerkingen por 4-1.

TIVEMOS TAMBÉM SUPLENTES UTILIZADOS ESTE FIM-DE-SEMANA

Outros jogadores que tiveram minutos este fim-de-semana são: Geraldo Matsinhe, na vitória da sua equipa, o Fafe diante do CDC Montalegre, por 2-1, Francisco Simbine (Bonera), no empate a um golo do seu Marítimo B frente ao Ferjões, e Pablo Bechardas, na vitória do Marítimo sub-23 diante do Farense.

Já Luís Miquissone, do Al Ahly do Egipto, foi suplente não utilizado no nulo da sua equipa diante do Al Hilal em jogo a contar para a segunda jornada da Liga dos Campeões da CAF.

Witi Quembo (Nacional da Madeira de Portugal), Mexer Sitoe (Bordéus da França), Dominguez (Royal AM da África do Sul), Reginaldo Faite (Dinamo KF Tirana da Albânia), não foram convocados para os jogos das suas equipas.

Partilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

RELACIONADAS

+ LIDAS

Siga nos