O País – A verdade como notícia

General Mussanhane diz que é um erro comparar Polícia moçambicana com a de outros países

O General da Reserva, Eduardo Mussanhane, diz que é um erro comparar a Polícia moçambicana com a de outros países. Mussanhane defende que a PRM deve ser igual a si mesma e já deu provas de que pode responder aos desafios actuais do país.

Foi num frente a frente com os seus colegas de profissão em que o General da Reserva defendeu a corporação que ele mesmo ajudou a criar. Eduardo Mussanhane entende que é um erro comparar a Polícia moçambicana com a de outros países e que a PRM não se deve desviar do seu objectivo que é manter a ordem e a tranquilidade públicas.

Eduardo Mussanhane ingressou na Polícia em 1975, altura em que só contava com apenas 300 agentes, e desempenhou vários cargos, com destaque para Comandante Provincial, Comandante Nacional da Polícia de Trânsito, Director Nacional de Recursos Humanos, tendo passado para Reserva quando exercia o cargo de Director-geral do Serviço Nacional Penitenciário.

Os pronunciamentos de Mussanhane foram feitos durante uma palestra por si dada à Polícia em Inhambane.

Partilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

RELACIONADAS

+ LIDAS

Siga nos