O País – A verdade como notícia

FUNDASO doa 120 mil meticais à “Luana semeia sorrisos”

A Fundação Soico ofereceu um cheque no valor de 120 mil meticais à Cooperativa Luana Semeia Sorrisos. A ajuda insere-se num programa que será lançado em Fevereiro do próximo ano.

Com cânticos e sorrisos, mães e crianças da Cooperativa Luana semeia sorrisos receberam a Fundação Soico, na tarde desta quarta-feira. E a alegria tinha a sua razão de ser. Afinal, a FUNDASO levava consigo um cheque no valor de 120 mil meticais. O apoio é o primeiro de muitos já projectados.

“Eu quero agradecer ao Muktar, porque foi ele que me levou para aqui e ficámos muito sensibilizados. Decidimos fazer algo por vocês, por isso, hoje estamos aqui de novo. E ele também participou neste apoio. A partir daqui, vamos trabalhar todos juntos para, em Fevereiro, darmos um salto maior que este. Mas isso só vai acontecer se nos mantermos unidos. Temos de acreditar que juntos podemos dar um grande salto. Esperamos que este apoio ajude a suprir algumas necessidades básicas”, disse o Presidente do Conselho de Administração da FUNDASO, Daniel David.

O valor recebido servirá para resolver um problema antigo: o transporte de crianças com necessidades especiais. “Este valor representa muito para nós e vai ajudar-nos a resolver o problema de transporte. Sempre que queremos sair, temos de alugar um carro. Mas, com este valor, pensamos que podemos comprar um autocarro próprio. é claro que temos outras necessidades, mas esta será a nossa prioridade”, explicou a directora-geral da cooperativa, Benilde Mourana.

Emocionada, Mourana também falou das dificuldades enfrentadas pelas mães para criar os seus filhos. A cooperativa é formada por mães e acolhe 33 crianças com deficiência. Uma dessas mães é Elisa Fumo, mãe de três filhos, um dos quais com deficiência. “A segunda é uma menina de quatro anos que teve asfixia grave durante o parto e apanhou paralisia cerebral. Como sequela, ela não anda, não senta, não fala e o corpo não segura”, explicou Elisa.

Antes de conhecer a cooperativa, Elisa lembra que era uma mãe infeliz. “Eu achava que era a única com esse problema. Olhava para a minha filha e chorava todos os dias. Mas depois de ouvir várias histórias, percebi que é preciso ser forte. E aqui na cooperativa partilhamos experiências”, contou, animada.

O apoio que a FUNDASO prestou à cooperativa foi possível graças à intervenção de diversos parceiros. Um deles é Muktar Abdul Carimo, que se mostrou comprometido com causas solidárias. “Sempre quis abraçar causas solidárias e pensei logo no Daniel David para me associar a ele, porque vi que ele também tem esse interesse. Vou  continuar como parceiro e angariador, juntando-me à FUNDASO”, disse Carimo.

Além do apoio financeiro e em bens alimentares, produtos de higiene e brinquedos, a Fundação Soico vai promover palestras motivacionais para as mães da cooperativa.

SOBRE A COOPERATIVA

Localizada no bairro das Mahotas, cidade de Maputo, a Cooperativa Luana Semeia Sorrisos foi criada em 2016. O nome da instituição é uma homenagem à filha da directora-geral, Luana, que faleceu vítima de uma doença rara, com dois anos de idade. Se fosse viva, Luana teria hoje seis anos de idade. A formalização da cooperativa foi feita juntamente com outras três mães, que também tinham filhos com necessidades especiais.

 

 

Partilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

RELACIONADAS

+ LIDAS

Siga nos