O País – A verdade como notícia

Frelimo promete reconstruir mercados e estradas da Matola

Debaixo de intenso calor, que chegou a atingir 36 graus Celsius, os candidatos da Frelimo para a Autarquia da Matola, liderados pelo seu cabeça-de-lista, Calisto Cossa, apostaram no contacto interpessoal como forma de convencer o eleitorado. Escalaram, sucessivamente, os mercados da Machava-sede, Patrice Lumumba, São Dâmaso e Singathela, onde conversavam com pessoas na rua e pediam voto.

Houve uma pausa no mercado de Patrice Lumumba, que serviu para Calisto Cossa apresentar os seus planos de governação. “Nós vamos continuar a trabalhar para todos os munícipes”, disse Calisto Cossa, que admitiu haver ainda problemas de circulação nas vias de Patrice Lumumba quando chove, tendo deixado a promessa de resolver o problema. Aliás, para Patrice Lumumba, Cossa deixou garantias, também, de reconstruir o mercado.

Nas suas conversas com os munícipes, houve momentos em que Calisto Cossa era barrado por enchentes de pessoas que queriam deixar as suas preocupações pessoalmente.

Na passeata desta quarta-feira, a equipa da Frelimo na Matola esteve acompanhada pelo seu secretário-geral, Roque Silva Samuel, o qual defendeu o voto na Frelimo, realçando que votar no seu partido “é apostar na melhoria das condições hospitalares, é garantir que os jovens tenham fonte de renda para construir a sua própria habitação e a Frelimo vai fazer tudo isso”.

O contacto da Frelimo com os munícipes não se limitou a vendedores de mercados. Num exercício agitado, em que Calisto Cossa chegou mesmo a correr, o cabeça-de-lista foi pedindo votos aos automobilistas. Aliás, houve pontos onde se criou congestionamento nas estradas, devido ao processo de caça ao voto pelo partido da Frelimo.

 

 

 

Partilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

RELACIONADAS

+ LIDAS

Siga nos