O País – A verdade como notícia

Fomento florestal na Zambézia avaliado em USD 50 milhões na fase final 

A província da Zambézia observou o lançamento da última campanha de plantio de árvores no âmbito do projecto-piloto Mozfip. O projecto-piloto de investimento florestal orçado em cerca de 50 milhões de dólares, iniciou em 2019, e com seu fim previsto para Junho de próximo ano. O projeto conta com mais de dois mil hectares de floresta já estabelecidos e com pouco mais de 500 hectares de área degradadas restauradas.

O projecto está a ser implementado numa província duramente afectada pela devastação florestal causada, fundamentalmente, por abate indiscriminado de árvores, queimadas descontroladas e agricultura itinerante. Para dar lugar ao projecto, foram envolvidos mais de 200 beneficiários entre investidores singulares e pequenas e médias empresas que têm trabalhado na reposição das florestas.

De acordo com Faruk Tavares, técnico afecto ao projecto Mozfip, dinamizar a indústria florestal e restaurar o ecossistema degradado para melhoria do clima, é o principal objectivo do projecto. Aliás, foi por isso que Moçambique foi premiado recentemente no valor de 6,4 milhões de dólares  pela contribuição  redução do carbono.

Na Zambézia, o projecto que está a ser implementado em fase-piloto, abrange nove distritos da zona norte da província, nomeadamente  Mocuba, Ilê, Lugela, Milange, Alto-Molocué, Namarrói entre outros.

Partilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

RELACIONADAS

+ LIDAS

Siga nos