O País – A verdade como notícia

FMF em Istambul para transmitir experiência de gestão de infra-estruturas

A direcção da Federação Moçambicana de Futebol, encabeçada pelo respectivo presidente, Alberto Simango Jr., e que integra ainda o secretário-geral, Filipe Johane, e outros, está na capital turca, Istambul, onde participa no Seminário Executivo da Federação Internacional de Futebol Amador. Esta é a segunda edição desta iniciativa do presidente Gianni Infantino, depois da primeira edição ter acontecido na vizinha África do Sul, com a participação de 30 países.

Trata-se de um evento que junta diversas federações e confederações filiadas, para troca de experiência em matérias ligadas ao desenvolvimento do futebol em cada um dos países e no mundo, onde se discute aspectos que têm que ver com as diversas formas de fazer acontecer a modalidade das massas.

Os campeonatos do mundo de todos os escalões, o futebol feminino, a formação, as infra-estruturas, as estruturas desportivas, o conhecimento, entre outras, são alguns dos temas que são abordados neste seminário, em que Moçambique e Bangladesh são os principais oradores.

No caso de Moçambique, falou da sua experiência sobre o projecto da “FIFA Foward”, especificamente no aspecto das infra-estruturas. “Sabemos que o nosso país é vasto, mas não possui infra-estruturas suficientes para a prática do futebol, nomeadamente os campos. O que nós estivemos a transmitir é a nossa experiência em como é possível promover a prática do futebol no meio dessas dificuldades”, começou por dizer Alberto Simango Jr., presidente da Federação Moçambicana de Futebol.

Recorde-se que um dos projectos da “FIFA Foward” em Moçambique é a construção de um campo de futebol em Mocuba, província da Zambézia, recentemente visitada pelo presidente da FMF, que já em Istambul. Ademais, a “FIFA Foward” vai financiar a construção de mais um campo na Maxixe, província de Inhambane, um projecto que já iniciou com a identificação do empreiteiro que vai erguer a infra-estrutura. Mesmo sem avançar os valores envolvidos, Alberto Simango Jr. garantiu que o campo da Maxixe vai estar pronto até o final do primeiro trimestre de 2019. “Neste momento, estamos a terminar os contratos com o empreiteiro e, até início do próximo ano, vamos iniciar com as obras. É uma infra-estrutura que vai estar pronto até finais de Março de 2019. Mas, na próxima semana, vamos convidar a imprensa para apresentar o projecto gráfico do campo da Maxixe e todo o processo”, prometeu o presidente da Federação Moçambicana de Futebol.

Fazem parte deste seminário que termina esta sexta-feira em Istambul, para além de Moçambique e do país anfitrião, Angola, Cabo Verde, Guiné-Bissau, São Tomé e Príncipe, que perfazem mesmo grupo do nosso país, Albânia, Bangladesh, Montenegro e Nepal, que formam o segundo grupo, e Eslovénia e Vietname, que se juntam a Turquia para formar o terceiro grupo.

O Bangladesh vai apresentar neste seminário a sua experiência em matérias de competições futebolísticas.

Partilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

RELACIONADAS

+ LIDAS

Siga nos