O País – A verdade como notícia

FMF dá 100 mil meticais aos vice-campeões africanos

É oficial. Os atletas e técnicos da selecção nacional de futebol de praia, que ocupou o segundo lugar no Africano e qualificou-se ao Mundial da Rússia, em Agosto, irão receber o prémio de cem mil meticais pelo feito alcançado em Dakar.

O anúncio foi feito sexta-feira pela Federação Moçambicana de Futebol (FMF) em comunicado enviado ao “O País”, no qual refere que a premiação é “conforme a tabela de premiação estipulada pela Direcção Executiva antes do início da competição”.

Moçambique sagrou-se, a 29 de Maio, vice-campeão africano de futebol de praia depois de ter perdido na final com o Senegal, por 4-1.

Feitas as contas, a selecção nacional somou quatro vitórias em cinco jogos nesta competição.

A selecção nacional estreou-se na 4ª edição do Campeonato Africano a 23 de Maio, na Arena de Dakar, tendo vencido o Egipto por 7-5, em jogo inserido na 1ª jornada do grupo “B” da competição continental.

Os golos da selecção nacional foram marcados por Nelson, que assinou um poker, Rachide (bisou na partida) e  Fadil.

Na segunda jornada, Moçambique não teve dificuldades para ultrapassar a sua similar das Seychelles vencendo por 7-3.

Uma vez mais, Nelson esteve em evidência no combinado nacional ao assinalar um “hatrick”. Os outros tentos foram anotados por Yuran (bis) e Fadil, enquanto Terrence, Tommy e Lourdy marcaram para as Seychelles.

Já na última jornada da fase de grupos, a selecção nacional de futebol de praia derrotou a similar de Marrocos, por 2-1. Os golos de Moçambique foram da autoria de Nelson e Rachide.

Na fase do “mata mata”, ou melhor, meias-finais, Moçambique derrotou categoricamente o Uganda por 6-3. Somente nos dois primeiros períodos é que os ugandeses deram réplica, mas não tiveram argumentos suficientes para travar um conjunto embalado.

Gigante, Moçambique simplesmente manietou o seu adversário e terminou o jogo com uma vantagem de 6-3, num duelo no qual Rachide e Nelson, os suspeitos do costume, brilharam.

No capítulo individual, Moçambique viu o defesa Nelson, de 25 anos, ser considerado o melhor jogador do Campeonato Africano de futebol de praia. Nelson arrancou excelentes exibições na prova, terminando como melhor marcador com dez golos.

 

 

 

 

Partilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

RELACIONADAS

+ LIDAS

Siga nos