O País – A verdade como notícia

Fitch espera crescimento de 0.2% da economia moçambicana este ano

Analistas da consultora Fitch Solutions estimam que Moçambique será o único país da região a não registar um crescimento negativo, mesmo em meio às condições adversas da pandemia COVID-19. Contudo, o economista moçambicano, Agostinho Machava, afirma que “é muito pouco provável que esta previsão se materialize”

A falta de isolamento completo e grandes investimentos em curso para a reconstrução pós-ciclone Idai, bem como os esperados na Indústria extrativa são os factores apontados como amortecedores dos efeitos negativos da COVID-19 na economia nacional pela Fitch, citada pelo portal Notícias ao Minuto.

Estima-se que neste ano, Moçambique registe um pequeno crescimento de 0.2%, e, apesar de este ser o mais baixo em 3 décadas, comparado aos países da região como Angola e África do Sul que terão um crescimento negativo, a situação mostra-se menos catastrófica.

O cenário desenhado pelos analistas da Fitch parece ainda mais encorajador para o próximo ano, onde estimam um crescimento de 3.6% com o progressivo relaxamento das medidas restritivas no contexto da COVID-19.

Em reacção ao posicionamento, o economista Agostinho Machava, entende que a previsão é compreensível pois “Moçambique foi um dos poucos países de África que não teve um fecho total na economia e também não implementou um pacote de ajuda às famílias”, diferente dos outros países, que disponibilizaram apoio financeiro às suas populações.

Contudo, Machava alerta que não se pode ser muito optimistas em relação ao crescimento esperado, pois, o país ainda vivemos na incerteza, e, dependendo da evolução da COVID-19 nas próximas semanas, poderá haver mudança brusca nos preços das commodities no mercado internacional” e a esperança na indústria extractiva pode ser frustrada.

Machava concluiu que mesmo com a retoma das actividades por parte das empresas, sem que a população tenha dinheiro para adquirir estes bens e serviços, não haverá melhoria na economia.

Partilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

RELACIONADAS

+ LIDAS

Siga nos