O País – A verdade como notícia

Filipe Nyusi quer combate cerrado à caça furtiva

Ao terceiro dia de visita à província de Maputo, o Presidente da República escalou o distrito de Moamba, onde orientou um comício popular no posto administrativo de Sabié.

Filipe Nyusi foi recebido efusivamente pela população e visitou uma feira agropecuária e de pesca onde todos os distritos da Província de Maputo expuseram o que produzem. Depois foi dirigir um comício popular.

Dentre os vários assuntos abordados, o Chefe de Estado pediu à população para ser vigilante contra os caçadores furtivos que abatem elefantes e rinocerontes.

Moamba é um dos distritos por onde actuam os caçadores furtivos que têm estado a abater elefantes e rinocerontes no Parque do Limpopo e no Kruger Park na África do Sul e quando são apanhados, muitos são mortos.

O Chefe de Estado pediu aos jovens de Moamba para tentarem emprego nos empreendimentos que estão a ser erguidos neste distrito, daí que pede à população para não hostilizar as empresas.

Ano passado, os casos de malária duplicaram em Moamba de pouco mais de 3 mil para seis mil, Nyusi pediu à população para aumentar medidas de prevenção e lamentou o facto de algumas pessoas usarem redes mosquiteiras para vedar a horta e outros para pescar.

Em Sábiè Filipe Nyusi visitou uma plantação comercial de bananas e reuniu com o governo distrital de Moamba.

A visita de Filipe Nyusi à província de Maputo termina este domingo, dia em que o estadista tem agendada uma deslocação ao município da Manhiça. Na sua delegação, Nyusi é acompanhado por membros do Conselho de Ministros e governadores provinciais.

Partilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

RELACIONADAS

+ LIDAS

Siga nos