O País – A verdade como notícia

Filipe Nyusi declara fim da Situação de Calamidade Pública

Foto: GPR

O Presidente da República, Filipe Nyusi, acaba de proferir uma Comunicação à Nação, tendo declarado o fim da Situação de Calamidade Pública e anunciado a Emergência de Saúde Pública.

O Chefe do Estado anunciou ainda que o uso de máscaras deixa de ser obrigatório em locais abertos. “Entretanto, nos locais fechados e nos transportes públicos, o uso da máscara continua a ser obrigatório. As crianças de até 11 anos de idade ficam isentas de usar a máscara”, disse Nyusi.

A redução da taxa de positividade, da taxa de ocupação de camas e da média diária de casos ditou a tomada destas medidas.

Em relação às viagens, o Presidente da República fez saber que os passageiros e tripulantes, que entrarem no país, devem apresentar um certificado que comprove a vacinação completa ou um teste PCR com resultado negativo que terá sido feito há 72 horas. Mas as crianças de até 11 anos de idade não precisam de apresentar nem certificado nem teste.

Na sua comunicação, Nyusi disse ainda que as pessoas que testarem positivo devem ficar em isolamento de sete dias. Já as pessoas que tenham tido contacto directo com casos confirmados não estarão sujeitas à quarentena. Por outro lado, o número de participantes em cerimónias fúnebres de óbitos por COVID-19 não deve exceder a 50 pessoas.

Entretanto, o Presidente adverte que a sua comunicação não deve ser entendida como o fim da pandemia.

“O comportamento de cada um de nós continuará a ser determinante. O controlo da pandemia está nas nossas mãos”, rematou Filipe Nyusi, que não deixou de reconhecer o esforço de todos os actores que deram o seu contributo no combate à COVID-19, com destaque para “os profissionais da Saúde e Forças de Defesa e Segurança”.

Partilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

RELACIONADAS

+ LIDAS

Siga nos