O País – A verdade como notícia

Filipe Nyusi acredita oito novos chefes diplomáticos

O Presidente da República recebeu, esta quinta-feira (16) cartas credenciais de cinco embaixadores e três altos-comissários das Repúblicas da Nigéria, Zimbabwe, Gana, Namíbia, Burkina Faso, Ucrânia, Noruega e Irão. Na ocasião, Filipe Nyusi pediu aos novos chefes de missões diplomatas apoio para a candidatura de Moçambique a membro não-permanente do Conselho de Segurança das Nações Unidas.

São, ao todo, oito os chefes das missões diplomáticas credenciadas, esta quinta-feira (16), no país, pelo Presidente da República.

Trata-se de cinco embaixadores e três altos-comissários, que vêm de países africanos, europeus e asiáticos, conforme deu a conhecer a ministra dos Negócios Estrangeiros e Cooperação, Verónica Macamo, durante o briefing à imprensa, depois da recepção pelo Presidente da República, na Presidência.

Os três altos-comissários são “Yamah Mohammed Musa, designado da República Federal da Nigéria; Alexander Grant Ntrakwa, alto-comissário designado da República de Gana, Nicklaas Rikondja Kandjii, alto-comissário designado da República da Namíbia”.

Nyusi recebeu, ainda na sala protocolar, cinco embaixadores, nomeadamente “Victor Matemadanda, designado da República de Zimbabwe; Oumarou Maiga, designado da República de Burkina Faso; Abravitova Liubov, designado da República de Ucránia; Haakon Gram-Johannessen, designado da República da Noruega e Mehdi Aghajafari, designado da República Islâmica do Irão”.

Verónica Macamo, em representação ao Estado, esclareceu que nem todos os recém- credenciados fixarão residências em Moçambique.

“O alto-comissário da Nigéria e os embaixadores do Irão, Noruega são chefes de missão diplomática com residência em Moçambique, enquanto os altos-comissários da Namíbia e do Gana e os embaixadores de Borkina Faso e Ucrânia terão a sua actividade exercida a partir de Harare e Pretória, onde residem”.

Depois da apresentação das cartas, o Presidente da República, Filipe Nyusi, transmitiu aos altos-comissários e embaixadores uma mensagem de boas vindas e o interesse do Governo de firmar as relações de amizade e cooperação existentes entre o nosso país e os oitos países representados pelas missões diplomáticas.

“Em relação aos países acreditados, o Presidente pediu maior cooperação para o desenvolvimento nas áreas de Saúde, Educação, Energia, Petróleo e Gás”, disse Verónica Macamo.

Filipe Nyusi aproveitou o momento para pedir aos chefes das missões diplomáticas apoio para a candidatura de Moçambique a membro não-permanente do Conselho de Segurança das Nações Unidas.

 

BELMIRO MALATE APRESENTOU CARTAS CREDENCIAIS AO PRESIDENTE DE SINGAPURA

O embaixador moçambicano, Belmiro José Malate, apresentou na quinta-feira, 16 de Setembro, ao Presidente da República de Singapura, Halimah Yacob, as Cartas Credenciais que o acreditam como Alto-Comissário da República de Moçambique naquele país asiático.

No decurso do evento, a Presidente da Singapura e o Alto-Comissário moçambicano reiteraram o interesse do aprofundamento das relações político-diplomáticas e do incremento da cooperação bilateral, particularmente nos domínios da administração pública e do desenvolvimento do capital humano.

Foi igualmente manifestada a intenção de reforçar as relações económico-empresariais, visando o aumento do investimento e comércio, bem como usufruir das posições geoestratégicas privilegiadas que os dois países ocupam em África e Ásia, respectivamente.

A cerimónia de apresentação das cartas credenciais decorreu virtualmente, devido às limitações de viagens impostas pela pandemia da COVID-19.

Partilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

RELACIONADAS

+ LIDAS

Siga nos