O País – A verdade como notícia

Ferroviário de Maputo vs ABB no centro das atenções

O País

Abre, esta sexta-feira, a disputa da 17ª jornada do Moçambola-2021 com o Desportivo Maputo a receber a Liga Desportiva, no campo da FMF, e o Ferroviário de Nampula a fazer “sala” ao seu homónimo de Lichinga no Estádio 25 de Junho.

Em meio a polémica em torno da redução do número de equipas no Moçambola de 14 para 12, a partir da próxima época, rola a “pelota bola este fim-de-semana em sete campos e seis pontos do país.

O destaque vai, sem sombra de dúvidas, para o duelo Ferroviário de Maputo vs Black Bulls, agendado para sábado no Estádio da Machava. Líder isolada da prova com 33 pontos, a ABB desloca-se a um terreno tradicionalmente difícil e, sobretudo, num cenário em que os “locomotivas” procuram a todo custo dar um safanão na crise de resultados no Moçambola que ditou o despedimento de Daúde Razak.

Com Carlos Baúte ao leme da equipa, o Ferroviário de Maputo já arrancou quatro pontinhos com vitória diante do Desportivo Maputo (1-0) e empate com o homónimo de Nacala (1-1). Este sábado, há que deixar a pele em campo para não se atrasar na luta pela conquista do título. Melhor equipa do campeonato nacional, e as exibições provam-no, a ABB parte para esta partida com os olhos postos na décima terceira vitória na competição. Mesmo em caso de derrota, o conjunto de Hélder Duarte mantém-se na liderança do Moçambola. Esta partida será transmitida na STV Notícias, sábado, às 14h30.

Ainda no sábado, a “reanimada” União Desportiva do Songo recebe o Ferroviário de Nacala, num duelo em que os anfitriões apontam para a vitória. Aliás, motivadíssimos depois de recuperar terreno após início aos soluços na prova, os “hidroeléctricos” não estão para perder pontos e ver aumentado o fosso diante dos assumidos candidatos ao título.

Do outro lado, estará um Ferroviário de Nacala que pretende “roubar” pontos ao seu adversário e manter-se a meio da tabela classificativa. Uma vitória em Songo espevita a equipa para uma manutenção tranquila no Moçambola.

Domingo, na conclusão da 17ª jornada do campeonato nacional de futebol, temos três partidas. No canavial, o Incomáti abre as portas da sua casa para se bater com um endiabrado Ferroviário da Beira, segundo classificado da prova com 33 pontos.

Na perseguição aos “touros”, os “locomotivas” do Chiveve não podem marcar passo, pelo que é vencer ou vencer. Os açucareiros não querem, certamente, estender o tapete vermelho para o conjunto de Akil Marcelino, daí que irão esgrimir todos argumentos para saírem com os três pontos.

No outro extremo do país, ou seja, em Quelimane, o Matchedje de Mocuba espreita a segunda vitória no Moçambola-2021. Os “militares” estão a fazer uma campanha penosa no campeonato nacional e, este domingo, em casa, esperam colocar em sentido o Textáfrica de Chimoio. Em jogo de aflitos, os “fabris do planalto” procuram fazer das “tripas o coração” para vencerem e não se afundarem cada vez mais na tabela classificativa.

Em Vilankulo, a Associação Desportiva mede forças com o Costa do Sol que “assustou” na goleada imposta ao Ferroviário da Beira, mas depois ficou na “seca” com dois empates frente ao Incomáti (1-1) e Ferroviário de Nampula (0-0).

A jornada abre esta sexta-feira com o aflito Desportivo Maputo a bater-se com a Liga Desportiva de Maputo no campo da FMF. É mais uma partida de extrema importância para os “alvi-negros” na desesperada luta pela manutenção na elite do futebol moçambicano.

Nona classificada, a Liga Desportiva de Maputo quer regressar às vitórias na prova depois de ter caído aos pés do Ferroviário da Beira (0-1) no Chiveve.

No Santuário 25 de Junho, o Ferroviário de Nampula bate-se com a equipa sensação da prova, o seu homónimo de Lichinga. Com uma campanha tranquila e sem grande pressão, o Ferroviário de Lichinga está acima de históricos como Costa do Sol, campeão em título cuja campanha está muito aquém das expectativas.

Nelson Santos sabe que pontuar em casa é determinante na luta pela manutenção dos “axinenes” que tiveram um arranque em falso no Moçambola-2021.

Partilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

RELACIONADAS

+ LIDAS

Siga nos