O País – A verdade como notícia

Ferroviário de Maputo vence homónimo de Nacala

Os últimos dois confrontos para o Moçambola, no estádio da Machava, favoreciam o Ferroviário de Maputo… Diogo foi um dos marcadores nas duas últimas ocasiões em que o Nacala esteve na capital. E foi dele o primeiro remate à baliza de Nando para uma defesa a dois tempos. Mas o melhor, só mesmo na segunda parte do desafio.

Diogo ficou nos balneários, Bruno Caixada em estreia absoluto, o jovem português, no entanto, não durou sequer cinco minutos. O jogador lesionou-se num lance e saiu em lágrimas. Para o seu lugar, foi lançado o avançado Mário, mas o golo veio do meio canto.

Numa combinação, Kito surge para um remate fulminante… a bola vai à trave e transpõe por completo a linha de golo.
Os jogadores do Ferroviário de Nacala tentaram travar argumentos para a invalidação do que para eles não era golo, mas a decisão de Pereira António era irreversível… até porque não havia motivos para tanto. Era afinal o começo, Liberty tem um remate. Nando esteve em apuros, mas consegue evitar o segundo do Ferroviário.

Depois veio a classe de Kamo-Kamo. O passe é de Kito… excelente recepção, a execução é ainda melhor. E 2-0, numa verdadeira obra de arte.
O Ferroviário alcança a sua primeira vitória, volvidas duas jornadas.

 

 

Partilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

RELACIONADAS

+ LIDAS

Siga nos