O País – A verdade como notícia

Ferroviário de Maputo em festa pelos 97 anos de existência

Foto: Ferroviário de Maputo

O Clube Ferroviário de Maputo completou, esta quarta-feira, 97 anos de sua existência, fazendo planos para o futuro, numa altura em que se aproxima do centenário.

Fundado em 1924, sob o nome de Clube Ferroviário de Moçambique-Sede, onde englobava todos os Ferroviários do país, só em 1976 passou a ser, apenas, Clube Ferroviário de Maputo, com a aprovação da descentralização e criação de delegações provinciais, que passaram a ter seus próprios clubes.

Com génese na empresa Caminhos de Ferro de Moçambique, e possuindo um património imóvel invejável desportivo e social, tem clubes-irmãos em todas as capitais provinciais e até em alguns distritos ou bairros do país, designadamente: Ferroviário das Mahotas, de Gaza (cidade de Xai-Xai), de Mabalane, de Inhambane, de Gondola e de Machipanda, na província de Manica, Ferroviário da Beira e da Manga, em Sofala, de Moatize, em Tete, de Quelimane e de Mocuba, na província da Zambézia, de Nampula e de Nacala, na província de Nampula, de Lichinga, em Niassa e de Pemba, em Cabo Delgado.

O Ferroviário de Maputo é um tradicional clube moçambicano, que movimenta diversas modalidades, casos do futebol, basquetebol, natação, ciclismo, atletismo, boxe, karate e hóquei em patins, todas a disputarem provas provinciais e nacionais.

No que ao futebol diz respeito, o colosso do Moçambola já conquistou vários títulos, sendo oito na era colonial (1956, 1961, 1963, 1966, 1967, 1968, 1970, 1972) e outros 10, depois da independência (1982, 1989, 1996, 1997, 1999, 2002, 2005, 2008, 2009 e 2015), sendo por isso o mais medalhado, a par do Costa do Sol.

Tem também seis conquistas da Taça de Moçambique, nomeadamente em 1982, 1989, 1996, 2004, 2009 e 2011.

Para além do futebol, os “locomotivas” da capital do país tem vários títulos em várias modalidades, com destaque para o Hóquei em Patins, Basquetebol em ambos os sexos, e Natação, nestas três modalidades onde foram e são referências no desporto moçambicano.

Ao nível africano tem duas conquistas, consecutivas, diga-se, no basquetebol feminino, bem como uma participação na fase final da maior competição de basquetebol masculinos de clubes, a Africa Basketball League, disputado este ano.

Para o futuro, e antes do centenário, o Ferroviário de Maputo traçou como objectivos o resgate da mística, com a conquista dos principais títulos em disputa, nomeadamente no futebol e no basquetebol, bem como voltar a estar nos radares do desporto africano nestas duas competições, para além do hóquei em patins e outras modalidades.

A última conquista do Ferroviário de Maputo em provas nacionais foi no atletismo, em Setembro passado, onde conquistou as provas que tiveram lugar na pista do Parque dos Continuadores, em seniores e juniores, em ambos os sexos.

Partilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

RELACIONADAS

+ LIDAS

Siga nos