O País – A verdade como notícia

Fer. Maputo necessita de 100 milhões de meticais para o melhoramento do Estádio da Machava

Foto: O País

O Ferroviário de Maputo necessita de cerca de 100 milhões de meticais para o melhoramento do Estádio da Machava. A direcção dos “locomotivas” pretende melhorar as bancadas, balneários, bem como a relva.

O mítico Estádio da Machava poderá ter uma nova imagem. Para o efeito, a direcção encabeçada por Teodomiro Ângelo já está à procura de parceiros, de modo a viabilizar as obras de melhoramento deste recinto desportivo.

Segundo Teodomiro Ângelo, é imprescindível que se façam retoques no Estádio da Machava para permitir maior comodidade, mas também para responder aos padrões internacionalmente exigidos.

“Esse valor não é pouco, mas, nós como direcção, continuaremos empenhados em garantir que o melhoramento do Estádio da Machava seja viabilizado”, diz Teodomiro Ângelo, explicando que os rendimentos do clube não são suficiente para o efeito.

Ainda assim, ele afirma que tudo será feito para que, ainda dentro do seu mandato, as obras tenham lugar. A direcção do Ferroviário de Maputo tem em mangas o projecto de remoção da relva sintética, para retornar à natural. Sobre esse assunto, Teodomiro Ângelo considera que “a relva sintética já teve o seu tempo de vida, daí haver a necessidade de se remover”.

Afirma ainda que “agora está num estado que consideramos deplorável, devido à fraca manutenção. A manutenção da relva sintética é cara que a natural”, explica Teodomiro Ângelo.

Entretanto, o presidente do Ferroviário de Maputo considera que as informações postas a circular sobre a alegada reprovação do Estádio da Machava, por não reunir condições para acolher o Moçambola 2022 são falsas.

Teodomiro Ângelo explica que o Ferroviário de Maputo ainda não recebeu nenhuma visita da Comissão de Licenciamento da Federação Moçambicana de Futebol. Diz ainda que essas informações visam descredibilizar o nome do clube.

Partilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

RELACIONADAS

+ LIDAS

Siga nos