O País – A verdade como notícia

Feizal Sidat perde eleição para membro do Comité Executivo da CAF

O presidente da Federação Moçambicana de Futebol ficou na última posição de uma corrida com quatro candidatos. Não conseguiu arrecadar os 26 votos necessários para a sua eleição.

Feizal Sidat ficou de fora dos dois lugares reservados no Comité Executivo para a zona Sul de África. Na urna, o presidente moçambicano arrecadou apenas 14 votos de um total de 50 eleitores que duplicaram a votação, ficando a 12 da maioria fixada para ser eleito.

Sidat perdeu a votação para Elvis Raja Chetty do Seychelles e Maclean Cortez do Botswana, com 40 e 31 votos respectivamente. De fora ficou também o angolano Artur de Almeida e Silva com 15.

Feizal Sidat considerou o pleito “renhido e bem disputado” e considera que esta odisseia colheu uma “valorosa e motivadora experiência”.

“Foi um escrutínio longo, renhido e bem disputado. Não fomos eleitos, mas colhemos uma valorosa e motivadora experiência. Queremos agradecer a todos pelo apoio incondicional desde o início desta campanha. Às federações congéneres, governo, desportistas e não desportistas, obrigado pelo suporte” disse Feizal Sidat, para depois acrescentar que “continuamos firmes no compromisso de, a nível interno, continuar a perseguir os mais nobres objectivos de desenvolvimento do futebol nacional”.

Recorde-se que Feizal Sidat esteve acompanhado pelo Secretário-geral da Federação Moçambicana de Futebol, Hilário Madeira.

Partilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

RELACIONADAS

+ LIDAS

Siga nos