O País – A verdade como notícia

Falta de meios fragiliza sector madeireiro na Zambézia

A Procuradora-Geral da República, Beatriz Buchili, reuniu-se esta semana, com diversos actores do sector madeireiro, na Zambézia, para discutir mecanismos de actuação, com vista a estancar a exploração ilegal da madeira.

O sector de florestas apontou a falta de meios humanos e materiais como o grande constrangimento que fragiliza a área.

Já as organizações madeireiras criticaram a falta de responsabilização dos prevaricadores.

Beatriz Buchili, por seu turno, defendeu a necessidade de se acelerar processos ligados à exploração ilegal de madeira, para se travar a prática.

No encontro, concluiu-se ser importante estimular pessoas que denunciam esquemas de corte e exploração ilegal de madeira.

 

Partilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

RELACIONADAS

+ LIDAS

Siga nos