O País – A verdade como notícia

Falta de água e energia encarece custo de vida da população de Boane

Falta de água e corrente eléctrica encarece o custo e vida de mais de três mil famílias do bairro Mavoco, no distrito de Boane, província de Maputo. A população queixa-se ainda de assaltos.

Entregues à sua própria sorte. É como se sentem mais de mil famílias residentes no bairro Mavoco,  na localidade de Mulotane, na província de Maputo. Nesta zona, falta um pouco de tudo. Mas é de falta de água e energia que a população mais se ressente.

Há mais de oito anos que Dionísio Alfredo e sua família aguardam pela chegada do precioso líquido. Há mais de oito anos que esperam pelo dia que poderão assistir a um programa de televisão, assim como conservar  alimentos no seu congelador. Para engomar a roupa, só mesmo com ferro de carvão.

Tal como Dionísio Alfredo, estão na mesma situação mais de três mil famílias que vivem neste bairro. Estas dependem de tanques de água montados pela administração, o problema é que a água só jorra uma vez por semana. A alternativa são os fornecedores privados.

“Estamos a sofrer. Não temos água. Há tanques por ali mas, para nós, ficar na fila é pesado. Não aguentamos, somos velhas. Acordarmos para marcar fila nas correrias… estamos a sofrer”
Os moradores dizem que o secretário do bairro nada faz para aliviar o sofrimento da população.

O drama é ainda maior para os estudantes do regime pós laboral.  Sem iluminação nas vias, os relatos de assaltos à mão armada e violações sexuais são frequentes.
A população desta zona ressente também da falta de transportes e de outros serviços básicos.

Partilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

RELACIONADAS

+ LIDAS

Siga nos