O País – A verdade como notícia

Falem, musas, do astuto Snoop que brilha na tuga

Podia ter sido mais um reforço, na tuga, mas não o é! O tempo, aliás, os números revelam-nos um extremo-poste que tem magicado momentos de bom basquetebol no Olivais de Coimbra.

“Snoop”, não o Calvin Cordozar Broadus Jr. do fluxo vocal distinto, mas o astuto ressaltador Nelson Jossias cá do burgo, está a maravilhar em Portugal. Está a apresentar uma boa percentagem de acerto de lançamentos de campo.

Esta é a bítola do rapaz que, desde que chegou em terras lusas em 2017 (ndr:  foi campeão nacional da 1.ª divisão masculina de Portugal ao serviço do Imortal Basket Club),  mostra-se tão estranhado nos clubes que representa como os clubes nele.

Nelson “Snoop” Jossias fora, na altura, um dos destaques da sua equipa ao arrancar 22 pontos e contabilizar seis ressaltos na vitória Imortal Basket sobre a Académica de Coimbra, por 73-64, no Barreiro, resultado que valeu o título.

Mas estes são registos e marcas do passado, que valem o que valem.  A 20 de Outubro deste ano, falando agora do presente, o valoroso basquetebolista arrancou um duplo-duplo (24 pontos e 10 ressaltos) mas não evitou a derrota do Olivais de Coimbra diante do Sangalhos, por 73-71, em jogo da 3.ª jornada do Campeonato Nacional da 1ª Divisão masculina, zona norte.

Em 33:40 minutos na quadra, Nelson Jossias teve uma percentagem de 47.1 por cento nos lançamentos de campo (oito em dezassete), três desarmes de lançamento e sofrendo 12 faltas.

Estes números valeram-lhe o estatuto de MVP – jogador mais valioso-  deste embate em que foi o segundo mais utilizado, seguido de Rafael Pereira (26 pontos) que contabilizou 39:04 minutos na quadra.

Rezam as crónicas que, com nove segundos por se jogar, o marcador apontava 71-71.  Nas duas últimas jogadas, o Sangalhos conseguiu marcar um cesto enquanto que o Olivais já não teve tempo para ripostar.

O Sangalhos controlou o primeiro quarto, etapa em que venceu pelo parcial de 24-21. No segundo quarto, o Olivais de Coimbra esteve melhor, tendo vencido por oito pontos: 19-11. O terceiro quarto voltou a ser controlado pelo Sangalhos que liderou com o parcial de 18-10, sendo que no quarto o Olivais venceu por um ponto: 21-20.

Estatisticamente o jogo foi muito equilibrado. O conjunto de Nelson Jossias esteve melhor na percentagem de lances livres concretizados (68% contra 55%).

Em cinco jogos realizados na 1.ª divisão, o Olivais de Coimbra soma três vitórias e duas derrotas.

Um dos valores preponderantes para a conquista da Liga Moçambicana de Basquetebol pelo Desportivo, em 2015, Nelson Jossias terminou a prova como melhor ressaltador.  

Brilhou, na quadra do pavilhão do Maxaquene, ao lado dos irmãos Pio e Augusto Matos, Paulo Sambo, Sérgio “Serginho” Hitie,  Helmano Nhatitima, entre outros.

Partilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

RELACIONADAS

+ LIDAS

Siga nos