O País – A verdade como notícia

FACIM é um dos melhores lugares para vender produtos e serviços

A opinião é unânime: a FACIM é um dos melhores lugares para vender produtos e serviços, daí o interesse de várias entidades em aproveitar as oportunidades que o evento oferece.

Do peixe ao caranguejo, da madeira aos recursos minerais… assim é o stand da província da Zambézia, um dos celeiros da zona Centro do país. Se feiras são para expor potencialidades e fazer negócios, Zambézia está na FACIM com 60 expositores, mesmo para alcançar esse objectivo.

Em Marracuene, no pavilhão de Moçambique, estão representadas todas as províncias do país, cada uma mostrando o que produz. Do Niassa, na zona Norte, chegam variados tipos de cereais, com destaque para Feijão, bem como alguns minérios: Ouro e Rubi.

Entre os 26 países representados nesta edição da FACIM, Portugal ocupa um pavilhão inteiro, com 40 empresas. Um dos maiores investidores em Moçambique, o país quer expandir cada vez mais as suas marcas.

No geral, os expositores dizem que os primeiros dois dias da FACIM serviram para fazer contactos, por isso esperam novas parcerias e negócios.

A 53ª edição da Feira Internacional de Maputo conta com um total de 1940 empresas, entre nacionais e estrangeiras.

 

 

Partilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

RELACIONADAS

+ LIDAS

Siga nos