O País – A verdade como notícia

Facim 2018: visitar a feira já é uma rotina estabelecida

Encerra neste domingo a 54ª edição da FACIM, que esperava mais de 90 mil visitantes. Foram sete dias de interacção entre produtores, vendedores, investidores, importadores, exportadores e compradores. Na expectativa de que os inúmeros contactos realizados criem perspectivas de futuros acordos comerciais.

Adriano Jerónimo visita a feira pela sétima vez, nesta edição diz ter notado evolução, quanto ao número de empresas nacionais e os serviços que estas oferecem.

“Eu pude ver aqui muitos produtos alimentares processados a nível local, e penso que são projectos que merecem um investimento para permitir que estes produtos cheguem as todas províncias do país” acrescentou.

Marta Tchemane vende óleos naturais pela internet, foi a feira a busca de melhores fornecedores de óleo que vinham especificamente da província de Inhambane. Marta sugere que a FACIM aconteça mais vezes ao ano, porque “permite uma interacção com produtores, investidores e compradores de todo país”. Deixou escapar ainda que conseguiu o contacto com o “um fornecedor certo que vai dar produto a um bom preço”.

A maior parte dos visitantes vai à feira com o objectivo de realizar negócios de todas as formas. O senhor Marcos foi a feira a passeio com a família, pretendia comprar louça para cozinha e produtos alimentares sem conservantes. “Está tudo muito bonito, aqui pude encontrar tudo que queria comprar”, disse, acrescentando que “visitar a feira já é uma rotina estabelecida; todos os anos estamos aqui”.

Partilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

RELACIONADAS

+ LIDAS

Siga nos