O País – A verdade como notícia

Facebook usado para leiloar adolescente no Sudão do Sul

Em Outubro, sudaneses disputaram em um leilão uma adolescente de 16 anos depois que viram um post no Facebook que anunciava sua venda. Em alguns dias a negociação foi encerrada e a jovem vendida a um rico empresário em troca de 530 cabeças de gado, três carros e 10.000 dólares.

O caso é mais um exemplo de como o Facebook pode ser incontrolável e distante dos ideais de civilidade proferidos por Mark Zuckerberg em qualquer de suas aparições públicas. Principalmente em países emergentes.

O post original com o leilão da adolescente ocorreu em 25 de Outubro. Porém, foi removido somente em 9 de Novembro. Em comunicado, um porta-voz do Facebook disse: “Qualquer forma de tráfico humano – seja de posts, páginas, anúncios ou grupos – não é permitida no Facebook. Removemos a postagem e desativamos permanentemente a conta pertencente à pessoa que postou isso no Facebook”. Contudo, já era tarde. O casamento entre a jovem e seu comprador havia ocorrido no dia anterior ao da remoção.

O casamento infantil já é ilegal no Sudão do Sul, mas a prática continua, apesar dos esforços do governo em amenizá-la. As autoridades temem que a possibilidade de chegar a valores mais altos por meio do sistema de vendas da plataforma impulsione o interesse pelo tráfico de mulheres usando o Facebook.

Partilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

RELACIONADAS

+ LIDAS

Siga nos