O País – A verdade como notícia

Extremistas islâmicos matam 50 civis no Burkina Faso

Cerca de 50 civis foram assassinados, na quarta-feira, num ataque, por supostos extremistas islâmicos no leste do Burkina Faso. A informação foi divulgada, ontem, num comunicado, citado pelo Notícias ao Minuto.

“Moradores de Madjoari, uma localidade bloqueada por extremistas islâmicos que tentavam sair dela, foram alvo de indivíduos armados não identificados. O balanço provisório aponta para cerca de 50 mortos, acrescentou”, disse o governador da região leste, coronel Hubert Yameogo, citado no comunicado.

À semelhança de outras comunas do norte e leste do Burkina Faso, Madjoari foi bloqueada pelos extremistas islâmicos que atacam nessas regiões.

Privados de abastecimentos, os habitantes tentam escapar ao cerco desde a semana passada.

Foram “estas populações que foram interceptadas e executadas pelos terroristas, acrescentou um dos habitantes, especificando que todas as vítimas são homens”.

O governador assegurou que “estão em curso acções de segurança para restabelecer a tranquilidade”.

O ataque de quarta-feira vem na sequência de outros registados recentemente em Madjoari contra militares e civis.

Partilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

RELACIONADAS

+ LIDAS

Siga nos