O País – A verdade como notícia

Ex-presidente da Petrobras condenado por corrupção

Aldemir Bendine, ex-presidente da petrolífera brasileira, Petrobras, e do Banco do Brasil, foi condenado a 11 anos de prisão pelos crimes de corrupção e branqueamento de capitais.

A sentença foi dada, esta quarta-feira, pelo juiz Sérgio Moro, responsável pelos julgamento da Operação Lava Jato em primeira instância, que determinou que a pena imposta a Aldemir Bendine seja cumprida em regime fechado, avança o Notícias ao Minuto.

IFrameO executivo, que presidiu a Petrobras entre 2015 e 2016, foi acusado pelo Ministério Público Federal de receber cerca de três milhões de reais (740 mil euros) em subornos da empresa Odebrecht, para facilitar contratos entre a estatal petrolífera e a construção.

Antes de assumir o posto máximo da Petrobras, Aldemir Bendine foi presidente do Banco do Brasil, um cargo que ocupou entre 2009 e 2015, no qual também era suspeito de praticar atos corruptos de acordo com relatos de antigos executivos da Odebrecht.

 

 

 

Partilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

RELACIONADAS

+ LIDAS

Siga nos