O País – A verdade como notícia

Expositores vocacionados na promoção de emprego expõem facilidades de formação

O desemprego é uma das maiores preocupações da juventude moçambicana. Estima-se que anualmente mais de 300 mil jovens procuram emprego num mercado com baixa capacidade de absorção.
Esta edição da FACIM é também é espaço privilegiado para quem procura profissionalizar-se para o mercado de trabalho. Várias instituições de formação, nacionais e estrangeiras, exibem pacotes de treinamento que asseguram integração num mercado cada vez mais exigente.
Uma delas é a academia privada Young Africa, baseada na cidade da Beira e que opera há 10 anos, tendo formado mais de 13 mil profissionais nas áreas de mecânica, serralharia, agricultura, corte e costura e culinária. A academia garante que várias empresas têm preferência por profissionais lá formados.
A nível local, empresas como a Electricidade de Moçambique (EDM), Fundo de Investimento e Património para o Abastecimento de Água (FIPAG), estão entre as empresas que garantem, anualmente, o recrutamento de mão-de-obra, segundo explicou Manusso Ferreira, expositor e formador naquela empresa.
O antigo Instituto Nacional do Emprego e Formação Profissional, INEFP, hoje designado por IFPELAC é a instituição pública presente na FACIM com o propósito de preparar competências para o emprego. De acordo com Tela Manjate, o IFPELAC oferece estágios pré-profissionais aos melhores estudantes e kits de emprego para as áreas de canalização, construção civil, serralharia, carpintaria, entre outros. 
Mas não são apenas instituições nacionais que identificaram o emprego em Moçambique como uma fragilidade. A portuguesa Atlântico business School oferece pacotes de formação em gestão empresarial a estudantes de países africanos falantes de português, por um período de dois anos, explicou Isabel Couto, representante da Business School, garantindo que forma competências capazes de integrar o quadro de pessoal de qualquer empresa.
A preocupação em ver mais moçambicanos a aceder ao emprego leva às empresas a oferecerem vantagens específicas a quem acede aos seus serviços.

Partilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

RELACIONADAS

+ LIDAS

Siga nos